“Estou arrasado”. Falência dos restaurantes de Jamie Oliver põe em risco 1.300 empregos

A maior parte dos estabelecimentos afetados pertence à cadeia Jamie’s Italian, lançada em 2008. Segundo a BBC, estão em causa 25 restaurantes do referido cozinheiro.

O célebre ‘chef’ britânico Jamie Oliver anunciou hoje a falência dos seus restaurantes no Reino Unido, o que põe em risco 1.300 empregos.

A maior parte dos estabelecimentos afetados pertence à cadeia Jamie’s Italian, lançada em 2008. Segundo a BBC, estão em causa 25 restaurantes do referido cozinheiro.

“Estou arrasado pela falência dos nossos restaurantes no Reino Unido”, declarou o ‘chef’ no Twitter.

Em comunicado, Oliver agradeceu aos empregados e fornecedores pela sua entrega ao longo de mais de 10 anos de atividade.

Os ‘media’ britânicos noticiaram que os restaurantes em causa foram colocados sob administração judicial da KPMG, que vai tentar encontrar um ou mais compradores para toda ou parte da atividade. Caso isso não seja possível, os estabelecimentos fecham.

Jamie Oliver é uma figura dos meios culinários conhecido por vários programas de televisão e pela publicação de alguns livros.

No início de 2017, tinha já anunciado o encerramento de seis estabelecimentos da cadeia Jamie’s Italian no Reino Unido, justificando na altura que isso ocorria devido ao ‘Brexit’ (saída britânica da União Europeia), que levou a um aumento do preço dos ingredientes utilizados para os pratos italianos.

Ler mais
Relacionadas

Restaurantes de Jamie Oliver declaram insolvência e põem em risco mais de mil postos de trabalho

A consultora KPMG foi chamada para gerir os destinos do grupo, muito fragilizado financeiramente. Estão em risco mais de mil empregos. O famoso chef já reagiu: “Estou profundamente entristecido por este desfecho”.
Recomendadas

Hotel da Barrosinha abre portas em Álcacer do Sal num investimento de cinco milhões de euros

Dispondo de 37 quartos standard, que inclui um quarto totalmente adaptado para pessoas com mobilidade reduzida e oito quartos comunicantes, e ainda duas suites, o Hotel da Barrosinha aposta na proximidade ao ritmo da natureza.

Ministro do Ambiente afirma que processo do lítio em Montalegre é “cristalino”

João Pedro Matos Fernandes afirmou que “é óbvio” que os argumentos das populações são importantes, bem com os das autarquias”, e lembrou que durante a avaliação de impacto ambiental vai decorrer uma consulta pública.

Novo Banco confirma que a venda carteira de malparado Nata II foi autorizada pelo Fundo de Resolução

O banco confirma assim a notícia avançada hoje pelo Jornal Económico. O Novo Banco já registou nas contas a venda da carteira de malparado ao fundo Davidson Kempner.
Comentários