Estudantes europeus rumam a Setúbal para encontrar soluções de ‘smart tourism’

A 14.ª edição da Business Week’ é dedicada ao conceito de ‘smart tourism’ e o programa de trabalho volta a apostar num contacto direto dos participantes europeus com a cidade que os acolhe,

Desafiados a pensar e propor negócios inovadores na área do Turismo que possam contribuir para o aumento da qualidade de vida em Setúbal, até à próxima sexta-feira, 53 estudantes de toda a Europa vão estar nesta cidade para participar na 14ª edição da ‘Business Week’, um programa internacional intensivo em empreendedorismo que arranca esta segunda-feira, dia 21, organizado pela Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal (ESCE/IPS), com coordenação da docente Teresa Costa.

Esta edição é dedicada ao conceito de ‘smart tourism’ e o programa de trabalho volta a apostar num contacto direto dos participantes com a cidade que os acolhe, razão pela qual será no Mercado do Livramento, local bem emblemático de Setúbal, que decorrem todas as atividades previstas para o primeiro dia. Isto é, aa sessão de boas-vindas a uma conversa com empreendedores de sucesso, no auditório do espaço, até ao “piquenique internacional” que vai decorrer na zona das bancas de venda, com toda a ambiência de um mercado tradicional.

Já no dia 22, terça-feira, o grupo ruma à DNA.Cascais, agência de empreendedorismo e comércio, para visitar empresas e assistir ao seminário internacional “Empreendedorismo e Inovação”, que reúne vários testemunhos de quem ousou arriscar em novos negócios. Devidamente inspirados, os 53 jovens participantes, vindos da Alemanha, Dinamarca, Bélgica, Holanda, França, República Checa e Portugal, vão depois pôr mãos à obra nas várias sessões do workshop de empreendedorismo que vai decorrer na ESCE/IPS ao longo dos dias seguintes.

A semana culmina com um concurso de ideias, no dia 25, sexta-feira, através do qual os estudantes, distribuídos por equipas, serão desafiados a apresentar, na Casa da Baía, as suas propostas de modelo de negócio para produtos e serviços inovadores. Os vencedores serão apurados por um júri composto por professores estrangeiros e nacionais.

Recomendadas

Estudo revela que três em cada dez startups do Porto correm o risco de fechar

O relatório “Impacto da Covid-19 nas Startups do Porto”, elaborado pela Porto Digital, FES Agency e Aliados Consulting, revela que 31,7% das startups têm até três meses de capital disponível.

PremiumMontepio Crédito defende CFEI para capitalizar empresas

Pedro Gouveia Alves realça que este instrumento de crédito fiscal já deu provas positivas em 2014. Autonomia financeira do setor ronda apenas os 20%.

PremiumProibição dos festivais até ao final de setembro “é uma catástrofe para centenas de empresas”

Todos os serviços que estão integrados na realização de um festival musical estão a ser afetados pela lei que proíbe a realização desse tipo de eventos.
Comentários