EuroAtlantic está a ser vendida por 116 milhões de euros

A EuroAtlantic é detida por Tomaz Metello, que tinha 35% da empresa e que há um ano adquiriu ao grupo Pestana os restantes 65%, ficando com a totalidade do capital, num negócio acompanhado pelo banco Haitong.

A transportadora aérea portuguesa EuroAtlantic está à venda e o negócio deverá ser concluído até ao final de setembro, por um valor de 116 milhões de euros, apurou o Jornal Económico juntos de fontes do mercado.

A EuroAtlantic é detida por Tomaz Metello, que tinha 35% da empresa e que há um ano adquiriu ao grupo Pestana os restantes 65%, ficando com a totalidade do capital, num negócio acompanhado pelo banco Haitong.

A EuroAtlantic é uma empresa de aviação comercial internacional regular e não-regular, registada em Portugal, com sede em Sintra e operação no aeroporto de Lisboa.

Metello, que é fundador e presidente da companhia, confirmou ao jornal Publituris que a EuroAtlatic se encontra em processo de venda e que poderá ter um novo investidor até ao final deste mês.

Aquele responsável esclareceu que a companhia não vai para bolsa, mas deverá ficar num investidor “que está interessado”, acrescentando que se trata de “uma organização, que tem também uma companhia de aviação”.

Há um ano, Tomaz Metello apontava como cenário futuro colocar a EuroAtlantic em bolsa a partir deste ano, dispersando entre 25% e 45% na AIM de Londres.

A euroAtlantic foi fundada a 25 de agosto de 1993, com o nome de Air Zarco e a marca comercial de Air Madeira, até 17 de maio de 2000, quando foi alterada para EuroAtlantic Airways.

Conta na sua frota com oito aviões Boeing (seis B767-300ER, um B777-200ER, um B737-800NG) e um Cessna Citation CJ3, este apenas para voos executivos privados.

Ler mais
Relacionadas

Eugénio Fernandes é o novo CEO da euroAtlantic

O gestor sucede a Luís Bandeira na transportadora fundada por Tomaz Metello, que também desempenha a função de charmain.
Recomendadas

PremiumLisboa pronta para ser a Capital Verde europeia em 2020

A iniciativa verde tem em agenda um conjunto de eventos, atividades, exposições e conferências que irão decorrer ao longo do próximo ano.

Santander lança bolsas para países ibero-americanos

São 210 bolsas de mobilidade destinadas a estudantes, professores e investigadores.

Saiba em que casos as empresas podem controlar trabalhadores com recolha de dados biométricos

Embora o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD), que foi entrou em vigor há um ano, proíba o tratamento de dados biométricos, há exceções previstas na lei que possibilitar às empresas usar esta informação para controlar a assiduidade dos trabalhadores. Saiba quais.
Comentários