Eurodeputado do PS sofreu paragem cardio-respiratória e está em coma induzido

O jornal “Expresso” acaba de noticiar que André Bradford, ex-líder parlamentar do PS/Açores e recém-eleito deputado ao Parlamento Europeu, sofreu uma paragem cardio-respiratória e está em situação de coma induzido. Tem 48 anos de idade.

André Bradford

Recém-eleito deputado ao Parlamento Europeu na lista do Partido Socialista (PS) e ex-líder parlamentar do PS na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA), André Bradford sofreu uma paragem cardio-respiratória na madrugada de hoje e está neste momento em situação de coma induzido.

A notícia é avançada pelo jornal “Expresso”, salientando que “ainda neste domingo à noite Bradford esteve em direto no Telejornal da RTP Açores, para fazer a antecipação dos cinco anos de mandato que o esperam”.

Com 48 anos de idade, Bradford cessou funções na ALRAA e foi eleito deputado ao Parlamento Europeu nas eleições de 26 de maio. Estava na quinta posição da lista do PS que conseguiu eleger nove eurodeputados no total. Mediante a distribuição de pelouros que foi efetuada na semana passada, a primeira da nova legislatura, Bradford ficou integrado nas comissões da Agricultura e Desenvolvimento Rural e das Pescas.

Na entrevista de ontem à RTP, “Bradford reconheceu que ‘não é muito comum’ um eurodeputado estar em duas comissões tão relevantes, mas, tendo em conta os interesses específicos dos Açores, considerou que esta seria a forma de ser ‘mais eficaz e mais relevante do ponto de vista político'”, destaca o jornal “Expresso”.

Atualização: Entretanto, no dia 9 de julho, o Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, onde Bradford permanece internado, emitiu um comunicado informando que o eurodeputado teve um “episódio de síncope e paragem cardio-respiratória”; daí a correção deste artigo que apontava inicialmente para um Acidente Vascular Cerebral (AVC) que não se confirma.

Recomendadas

Ana Rita Bessa: “É muito difícil fazer oposição no Parlamento quando nas redes sociais a oposição vem do próprio partido”

Deputada referiu-se à “fotografia muito difícil” em que apareceu quando o CDS-PP se juntou ao PSD, PCP e Bloco de Esquerda aprovaram a reposição integral do tempo de serviço aos professores na Comissão Parlamentar de Educação.

Nuno Magalhães diz que João Almeida é “quem realmente irrita António Costa”

Antigo líder parlamentar sublinhou que todos os presidentes dos partidos de centro-direita que disputam eleitorado com o CDS-PP têm assento na Assembleia da República.

Ribeiro e Castro confirma apoio a Francisco Rodrigues dos Santos

Antigo presidente do CDS-PP insurgiu-se contra quem dentro do partido utiliza a “linguagem da esquerda” para designar o líder da Juventude Popular como um ultraconservador.
Comentários