Ex-governantes portugueses em Macau já receberam 4 milhões em subvenções vitalícias

Na lista de ex-políticos que se encontra com o status de ‘ativo’ na lista de beneficiários de subvenções vitalícias, a média de remunerações é de 2.214 euros mensais. Ex-políticos recebem mais de seis milhões de euros por ano.

O antigo governador de Macau, Carlos Melancia, e João Hagedorn Rangel, antigo secretário para a Administração, Educação e Juventude de Macau, já terão arrecadado 3 milhões e 995 mil euros em subvenções vitalícias, valores brutos, de acordo com os cálculos efetuados de acordo com a lista de ex-políticos que voltou a ser publicada.

O governador de Macau entre 1987 e 1990, é um dos 209 ex-políticos que se encontram com a subvenção vitalícia ativa e, entre os que dispõem deste estatuto, é o que mais recebe por mês: 9.727 euros desde 24-07-1998. Assim, e até à data, o homem que liderou os destinos do Governo de Macau no período referido, arrecadou um bolo total de 2 milhões e 470 mil euros, valores brutos.

Quanto a Jorge Rangel, o antigo secretário para a Administração, Educação e Juventude de Macau entre 1991 e 1999 também integra a lista de ex-políticos no ativo a receber a subvenção vitalícia. Aufere um valor mensal de 6.633 euros desde 03-07-2000 o que representa um montante global de 1 milhão e 525 mil euros, valores brutos.

O nome do antigo governador de Macau também consta desta lista. Vasco Joaquim Rocha Vieira tem direito a 13.607 euros mensais, mas esta subvenção conta com uma redução parcial, conforme indicado na lista publicada pela Caixa Geral de Aposentações esta segunda-feira.

Note-se que na lista de ex-políticos que se encontra com o status de ‘ativo’ na lista de beneficiários de subvenções vitalícias, a média de remunerações é de 2 mil e 214 euros.

De acordo com o estatuto remuneratório dos titulares de cargos políticos (lei nº 4/85), a subvenção mensal vitalícia é calculada “à razão de 4% do vencimento base correspondente à data da cessação de funções do cargo em cujo desempenho o seu titular mais tempo tiver permanecido, por ano de exercício, até ao limite de 80%”.

Por mês, os ex-políticos que recebem a subvenção na sua totalidade ou mensalmente recebem um total de 513,35 mil euros. Por ano, este valor atinge os 6,165 milhões de euros, pagos pelos contribuintes portugueses.

Relacionadas

318 ex-políticos recebem subvenções vitalícias. Lista inclui Sócrates, Duarte Lima e Armando Vara

Veja a lista das subvenções mensais vitalícias que contém um total de 318 ex-políticos de diversos partidos políticos.

Governo aprova divulgação da lista dos políticos que recebem pensões vitalícias

Depois de recuos e avanços, o Governo decidiu tornar lei a publicação da lista de beneficiários de subvenções vitalícias.

Mais de 200 antigos políticos acumulam subvenções vitalícias e reformas

Há uma ano, após uma auditoria do Tribunal de Contas, o Parlamento foi alertado para esclarecer a legislação em vigor para que não subsistissem dúvidas. Contudo, tal esclarecimento da legislação ainda não foi pedida.
Recomendadas
Francisco Camacho

Juventude Popular promete estar “completamente solta e completamente livre” no congresso do CDS-PP

Francisco Camacho prometeu que a organização que lidera estará “unida na sua diversidade e pluralidade” no congresso de Lamego em que Francisco Rodrigues dos Santos e Nuno Melo vão disputar a presidência do CDS-PP.
Inês de Sousa Real

PAN abstém-se na votação da generalidade do OE2022

O partido liderado por Inês Sousa Real segue assim o voto das deputadas não inscritas Cristina Rodrigues e Joacine Katar Moreira.

Bloco de Esquerda acusa Governo de “não mostrar vontade de negociar”

“Do ponto de vista negocial, é estranho que o Governo peça isso, porque o Governo sabe há muito tempo que estas são as nove propostas que o BE levou a negociação”, disse Pedro Filipe Soares à rádio TSF.
Comentários