Ex-presidente da Fed apontada para Secretária do Tesouro da administração Biden

Janet Yellen, que fez um mandato como responsável máxima da Reserva Federal, prepara-se para fazer história como a primeira mulher a ocupar o cargo de Secretária do Tesouro, um cargo com uma particular importância, tendo em conta os desafios colocados pela economia norte-americana, a recuperar da crise causada pela pandemia.

Reuters

A economista e ex-presidente da Fed, Janet Yellen, será a escolha do presidente eleito dos EUA para ocupar o cargo de Secretária do Tesouro, de acordo com informação avançada pelo “Wall Street Journal”.

Yellen, que fez um mandato como responsável máxima da Reserva Federal, prepara-se para fazer história como a primeira mulher a ocupar o cargo de Secretária do Tesouro, um cargo com uma particular importância, tendo em conta os desafios colocados pela economia norte-americana, a recuperar da crise causada pela pandemia.

A ex-presidente da Reserva Federal (Fed) norte-americana Janet Yellen está na shortlist de Joe Biden para secretária do Tesouro dos Estados Unidos, avançou a “Bloomberg” a 14 de novembro.

A equipa de Joe Biden está de olho naquela que foi primeira mulher na liderança da Fed, mas pondera também os economistas Lael Brainard, membro do conselho de governadores do banco central, e Roger Ferguson, antigo vice presidente da instituição.

Segundo a informação divulgada pela agência financeira, Janet Yellen terá cancelado, pelo menos, uma das próximas palestras nas quais iria estar presente devido a estar a ser considerada para o cargo ainda ocupado por Steven Mnuchin.

Desde que deixou a presidência da Fed, em 2018, Janet Yellen trabalhou em bancos de investimento, como o JPMorgan Chase e o Goldman Sachs e petrolíferas, entre as quais a Exxon Mobil, a ConocoPhillips e a Shell.

Ler mais
Recomendadas

Tomada de posse de Biden marcada pela segurança e sem qualquer distúrbio

As preocupações com segurança no dia da transição de poder nos EUA levou a um aparato nunca antes visto em Washington, mas também nos Capitólios estatais por todo o país. A cerimónia correu, ainda assim, sem imprevistos ou distúrbios.

Tomada de posse de Joe Biden: 23 minutos de apelo à unidade

Num discurso praticamente monotemático, o novo presidente dos Estados Unidos afirmou saber as causas da fratura em que o país vive e pediu a todos que se lhe juntem para salvar a democracia. Trump, o assalto ao Capitólio e a Covid-19 foram os temas omnipresentes.

Morgan Stanley regista lucro e receita acima do esperado no quarto trimestre

A receita, por sua vez, subiu de 10,9 mil milhões de dólares nos últimos três meses de 2019 para 13,6 mil milhões nos meses de outubro a dezembro do ano passado, superando as previsões dos analistas.
Comentários