PremiumExpansão do Metro do Porto arrisca tribunal

Consórcios preteridos vão impugnar decisão se as obras forem adjudicadas à Ferrovial

A decisão dos júris da Metro do Porto de atribuir aos consórcios liderados pela construtora espanhola Ferrovial o primeiro lugar nos concursos públicos para as empreitadas dos dois lotes de obras públicas para o projeto de expansão da rede deste transporte público estão a gerar grande contestação por parte dos outros concorrentes e deverão ter como desfecho ações judiciais de impugnação caso essa classificação seja definitivamente ratificada em adjudicação formal, conforme o Jornal Económico apurou junto de diversas fontes ligadas ao processo.

A 25 de junho, a Metro do Porto anunciou que as propostas da Ferrovial/ACA para as obras de expansão das linhas rosa e amarela deste sistema de transportes foram classificadas em primeiro lugar, por um valor global de 288 milhões de euros.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Governo prepara novas linhas de financiamento às exportações

O secretário de Estado da Economia, João Correia Neves, que está em Milão na maior feira de calçado do mundo, vai colocar verbas do Portugal 2020 à disposição das empresas para a promoção da presença digital nos mercados internacionais.

Liberty cria ecossistema na ‘cloud’ pública

Construir um seguro à medida de cada um e uma oferta personalizável é o objetivo da Liberty Seguros com um novo ecossistema, afirma Alexandre Ramos, da área tecnológica da companhia.

Juíza trava proibição da WeChat nos Estados Unidos

Depois da chinesa Tik Tok, agora é a vez da aplicação de mensagens ver o bloqueio ser impedido, neste caso, pela justiça norte-americana.
Comentários