Exportações do agroalimentar nacional cresceram 6% até agosto

O setor agroalimentar nacional gerou exportações de 6,6 mil milhões de euros em 2017

As exportações do setor agroalimentar nacional cresceram 6% nos primeiros oito meses deste ano fsace ao período homólogo de 2017, revelou hoje Luís Medeiros Vieira, secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, na cerimónia de inauguração da feira SIAL Paris 2018.

No entanto, Luís Medeiros Vieira não revelou o valor das exportações.

De referir que no ano passado, o setor agroalimentar nacional gerou exportações de 6,6 mil milhões de euros.

A SIAL é a maior do setor alimentar a nível mundial.

Nesta edição, Portugal via estar representado através de 117 empresas, que marcam presença, na sua maioria, sob a marca-chapéu Portugal Foods ou enquadradas no InovCluster da Região Centro.

A visita do secretário de Estado às empresas nacionais na SIAL está a prosseguir durante esta tarde, tendo Luís Medeiros Vieira sublinhado que “a crescente participação de empresas nacionais neste tipo de eventos contribui para o aumento das exportações dos nossos produtos agroalimentares, uma relação que tenho vindo a comprovar ao longo do tempo”.

“O Governo tem vindo a acentuar a aposta na internacionalização e nas exportações, acelerando o processo de abertura de novos mercados”, destaca um comunicado do Ministério da Agricultura.

Segundo Luís Medeiros Vieira, esta é “uma dinâmica que é fruto, em primeiro lugar, do empenho e determinação dos nossos empresários, que apostam cada vez mais na inovação e na internacionalização”, acrescentando que “para estes objetivos contribuem também as políticas públicas, nomeadamente através da diplomacia económica, tendo este Governo já aberto mais de 50 mercados para Países Terceiros, estando a trabalhar ativamente para a abertura de mais 53 novos mercados, bem como o apoio ao investimento privado nas empresas”.

Fazendo um balanço na área do investimento, o secretário de Estado lembrou que “foram já aprovados mais de 20.000 projetos no PDR 2020, que correspondem a um investimento de 3,1 mil milhões de euros, aos quais foram concedidos incentivos a fundo perdido de 1,5 mil milhões de euros”.

Ler mais
Recomendadas

Investimento de 54 milhões para produzir mirtilos em Alcácer do Sal

“Esta produção, completamente biológica, permitirá colher uma média de 9 mil toneladas de mirtilos por ano, que se destinam essencialmente a exportação, mas também ao preenchimento das necessidades nacionais”, segundo a autarquia de Alcácer do Sal.

PremiumPreço médio de venda do vinho subiu no primeiro trimestre, refere instituto

O vinho valorizou-se 2,1% no mercado nacional. Exportações crescem 5% no semestre, diz o presidente do Instituto da Vinha e do Vinho, Bernardo Gouvêa.

PremiumVindimas no Douro vão ter aumento de 30% na produção

O IVV prevê uma boa vindima de norte a sul do país, incluindo a Madeira e os Açores. Para as regiões do Dão e da Beira esperam-se ‘disparos’ de produção de 35%. Tejo e Lisboa são as únicas a cair.
Comentários