Farfetch fecha o primeiro trimestre com lucros de 517 milhões de dólares

O grupo de venda online de moda afirma que continuará a investir nas oportunidades que lhe surgirem para aumentar o portefólio e que está no bom caminho para manter um lucro líquido positivo no final de 2021.

Cristina Bernardo

O grupo Farfetch, de venda online de produtos de luxo na área da moda, fechou o primeiro trimestre de 2021, com uma receita a aumentar 46% ano a ano para 485 milhões de dólares e um lucro após impostos de 517 milhões, onde se incluem 660 milhões de benefícios não monetários decorrentes do menor impacto do preço das ações – contra um prejuízo de 79,17 milhões um ano antes.

Já o EBITDA Ajustado do 1º trimestre de 2021 melhorou para 19 milhões de dólares negativos, que comparam com os 22 milhões igualmente negativos do primeiro trimestre de 2020.

José Neves, fundador, presidente e CEO da Farfetch, disse que “a Farfetch teve um início tremendo em 2021 com uma aceleração mais forte do que o esperado nos negócios no primeiro trimestre, com expectativas de crescimento do que o inicialmente previsto. As nossas parcerias de marca nunca foram tão fortes e as nossas iniciativas de procura de clientes e marcas estão a impulsionar o conhecimento da nossa proposta de valor, permitindo a retenção dos consumidores”.

Neste quadro, aquele responsável afirmou que “Estou mais confiante do que nunca na nossa posição para irmos atrás das oportunidades de crescimento significativas que vemos na indústria de luxo global – uma oportunidade de quase 300 mil milhões. Continuamos focados nos investimentos para entregar valor significativo no longo prazo” aos acionistas.

Por seu turno, Elliot Jordan, CFO da Farfetch, disse que “Estou extremamente satisfeito com o forte primeiro trimestre da Farfetch, onde superámos as nossas próprias expectativas de crescimento, ao mesmo tempo em que alcançámos alavancagem operacional e um EBITDA Ajustado” positivo.

“À luz da continuação deste forte momento num cenário de consumo mais favorável, estamos mesmo mais otimistas em relação às nossas expectativas de crescimento para o ano e continuarmos a investir nas oportunidades de crescimento de longo prazo, à medida que continuamos a concentrar-nos em atingir o nosso primeiro ano completo de um EBITDA ajustado positivo no final de 2021 ”.
Antes do anúncio dos resultados, as ações da Farfetch estavam a cotar na casa dos 36,17 dólares, para, pouco tempo depois desse anúncio, ter invertido a tendência de queda. Uma hora depois da divulgação dos resultados, o papel da Farfetch já tinha ultrapassado sos 37,24 dólares.

Recomendadas

Tik Tok cobra até dois milhões por dia por destaques publicitários

O preço total aumentou em grande parte devido à crescente base de clientes da rede social. Só nos EUA a aplicação tinha mais de 100 milhões de utilizadores ativos por mês em agosto.

Alienação de participações em blocos ajuda Sonangol a reduzir exposição financeira e dívidas

A abertura do processo emerge “de ações que visam o reposicionamento e sustentabilidade da carteira de investimentos da Sonangol para assunção dos seus compromissos financeiros nas concessões petrolíferas e com as instituições bancárias”, bem como a redução da exposição financeira da empresa.

Portugueses em teletrabalho gastam menos 161 euros por mês, revela estudo

Segundo o inquérito da plataforma Fixando, a poupança deve-se sobretudo às deslocações para os postos de trabalho.
Comentários