Ferro Rodrigues manifesta “grande consternação” por morte de Almeida Henriques

Em mensagem de pesar, Ferro Rodrigues manifesta “grande consternação” e destaca “uma longa carreira de serviço público”, em nome pessoal e do parlamento português.

O Presidente da Assembleia da República (PAR) enviou hoje “as mais sinceras condolências” à família e amigos do autarca social-democrata Almeida Henriques, assim como aos viseenses e ao PSD, “neste momento de dor”.

Em mensagem de pesar, Ferro Rodrigues manifesta “grande consternação” e destaca “uma longa carreira de serviço público”, em nome pessoal e do parlamento português.

O presidente da Câmara de Viseu, António Almeida Henriques, morreu hoje aos 59 anos, vítima de complicações respiratórias decorrentes da covid-19.

O autarca social-democrata realizou um teste à covid-19 em 04 de março, com resultado positivo, tendo sido internado poucos dias depois no Hospital de São Teotónio, em Viseu.

Em 10 de março, foi transferido para a Unidade de Cuidados Intensivos devido ao agravamento do seu estado de saúde.

O militante social-democrata, desde a década de 1980, era ainda vice-presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), presidente da secção de ‘Smart Cities’ (Cidades Inteligentes) da ANMP e presidente do Conselho-Geral da Fundação para os Estudos e Formação nas Autarquias Locais (FEFAL).

Foi deputado à Assembleia da República, nas IX, X e XI e XII Legislaturas e vice-presidente do grupo parlamentar do PSD entre 2005 e 2007 e 2010 e 2011.

Participou também no Governo PSD/CDS-PP liderado por Passos Coelho e Paulo Portas como secretário de Estado-Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, entre 2011 e 2013.

 

Relacionadas

Almeida Henriques. António Saraiva vê com tristeza perda de “um amigo e de um excelente autarca”

Em declarações à RTP, o presidente da CIP começou por recordar que o presidente da Câmara de Viseu acompanhou o seu percurso na Confederação Empresarial de Portugal, realçando mesmo que Almeida Henriques teria sido responsável pelo seu percurso na CIP.

Marcelo lamenta morte de Almeida Henriques, “amigo e companheiro de muitas lides”

“É com profundo pesar que o Presidente da República evoca o amigo e companheiro de muitas lides António Almeida Henriques”, assim começa a nota de Marcelo sobre o presidente da Câmara de Viseu.

Governo lamenta falecimento de Almeida Henriques

Através de comunicado, o Governo endereçou “ao Município de Viseu e à Família e Amigos os sentidos pêsames, recordando o Autarca como um homem que dedicou a vida à causa pública e ao interesse nacional, seja como Deputado à Assembleia da República e como Secretário de Estado e, mais recentemente, como Presidente da Câmara Municipal de Viseu e Vice-Presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses”.

Rui Rio manifesta “grande consternação” e “sentido pesar” pela morte de Almeida Henriques

“Num ano particularmente difícil para todos os portugueses, é com profundo pesar que os sociais-democratas veem partir Almeida Henriques, um autarca dedicado. A direção do PSD, na figura do seu presidente, expressa a toda a família o seu mais sentido pesar nesta hora”, lê-se em nota publicada na página oficial da Internet do maior partido da oposição.
Recomendadas

Iniciativa Liberal compara-se a Santo António em arraial com sardinhas e bifanas

 O presidente da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim de Figueiredo, comparou este sábado o partido ao Santo António, dizendo que é “o martelo dos inimigos da liberdade”, num arraial comício com centenas de pessoas, sardinhas e bifanas.

CML/Rússia. Governo diz que queixa recebida também era dirigida às “entidades competentes”

O Governo reconheceu este sábado que os serviços de dois ministérios receberam uma queixa enviada em março por ativistas cujos dados foram partilhados pela câmara de Lisboa, mas “não suscitou diligências” porque também era dirigida “às entidades competentes”.

José Luís Carneiro declina candidatura socialista à Câmara do Porto

“Apesar de apelos de muitos militantes, simpatizantes, cidadãos e instituições da cidade para que reponderasse a decisão relativa à candidatura à Câmara do Porto e aceitasse ser candidato, e depois de muito ponderar, reiterei à concelhia e federação do PS a minha indisponibilidade”, afirmou.
Comentários