Fingeste assessora Grupo Electrofer na venda de uma participação maioritária à Core Capital

O fundo Core Restart, da Core Capital, comprou a maioria da Electrofer, presente nos setores de construção metálica, engenharia e sector automóvel,

Foto Cedida

A Fingeste, sociedade especialista em assessoria de fusões e aquisições, assessorou o Grupo Electofer no processo de abertura de capital com a entrada da Core Capital, sociedade gestora do fundo de capital de risco CoRe Restart.

O Grupo Electrofer, presente nos setores de construção metálica, engenharia e sector automóvel, com um volume de faturação superior a 15 milhões de euros, 300 colaboradores e obras em quatro continentes, “prosseguirá assim a sua estratégia de crescimento nacional e internacional suportada agora no investimento do fundo Core Restart, que passa a deter uma participação maioritária na empresa”.

A CoRe Capital é uma Sociedade Gestora de Capital de Risco que recentemente comprou a SousaCamp, conhecido como o “Rei dos Cogumelos”, ao Novo Banco e ao Crédito Agrícola.

“O Fundo Core Restart tem como missão Regenerar a Economia Portuguesa, investindo e apoiando o crescimento de empresas competitivas que enfrentam desafios de crescimento e de estrutura de capitais”, lê-se no comunicado.

A Core Capital é detida em partes iguais por Nuno Fernandes Thomaz, Pedro Araújo e Sá, Martim Avillez Figueiredo e pela produtora de tomate Sugal.

Recomendadas

A modernização “inevitável” de um setor tradicional como o da advocacia

Mesmo antes da aceleração que a pandemia promoveu, as sociedades de advogados de maior renome viviam já um processo de transição digital que facilitou a adaptação à advocacia remota.

O que dizem os advogados sobre a inovação na hora de servir o cliente

Líderes e responsáveis de inovação dos principais escritórios de advocacia em Portugal falam em compatibilidade entre deontologia e tecnologia, mas alertam para a necessidade de uma “sensabilidade acrescida” ou até de criação de comités para garantir o cumprimento dos deveres da profissão.

Premium‘Big Four’ afastadas da auditoria aos créditos a Luís Filipe Vieira

PwC estava a avaliar restruturação de créditos à Promovalor, mas como a firma audita contas do Benfica SAD, o Novo Banco terá de selecionar nova auditora.
Comentários