Fitch atribui rating à dívida não preferencial que o BCP venha a emitir

A dívida sénior não preferencial constitui uma nova classe de dívida sénior ao abrigo da lei portuguesa. Foi introduzida em 14 de março de 2019, quando foi alterada a lei bancária.

Reinhard Krause/Reuters

Depois da DBRS é a vez da Fitch Ratings atribuir à dívida não preferencial sénior do Banco Comercial Português o rating ‘BB (EXP)’ de longo prazo. A dívida será emitida de acordo com o programa de notes de 25 mil milhões de euros do banco, que já existe (EMTN).

A Fitch salvaguarda que a atribuição de uma classificação final” depende do recebimento dos documentos finais, em conformidade com as informações já recebidas”.

“A classificação é atribuída ao programa de dívida. Não há garantia que as notas emitidas sob o programa receberão uma classificação, ou que a classificação atribuída a uma emissão específica no programa seja a mesma que a classificação atribuída ao programa”, disse a agência de rating.

A introdução desta nova classe de dívida não afeta o rating de dívida sénior de longo prazo ‘BB’ do BCP, que, após as mudanças legislativas em Portugal em março de 2019, tornou-se uma das principais obrigações preferenciais do banco.

A Fitch classificou a dívida preferencial sénior do BCP em linha com o rating IDR (Long-Term Issuer Default Rating), isto é, com o rating da probabilidade de incumprimento do banco como emitente de Longo Prazo . A Fitch vê a probabilidade de incumprimento na dívida preferencial sénior igual à probabilidade de incumprimento do banco.

A dívida sénior não preferencial constitui uma nova classe de dívida sénior ao abrigo da lei portuguesa. Foi introduzida em 14 de março de 2019, quando foi alterada a lei bancária.

Ler mais
Recomendadas

CGD aumenta hoje comissões e cobra transferências no MB Way mas com isenções

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) começa hoje a cobrar mais pela manutenção de algumas contas e por transferências na aplicação MB Way, deixando, no entanto, algumas isenções nos aumentos.

Santander abre Work Café em Espinho

O Work café uma inovação em termos de agências bancárias, uma vez que junta no mesmo espaço um balcão de um banco e uma cafetaria.

Luanda Leaks: Autoridade Bancária Europeia já contactou “entidades competentes”

“Temos conhecimento desta situação, que acompanhamos há algum tempo”, afirma a instituição europeia de supervisão numa curta resposta escrita enviada hoje à agência Lusa.
Comentários