Free Now e Kapten colocam divisórias em mais 1.500 carros

As duas empresas, que pertencem ao grupo alemão Free Now e estão, desde fevereiro, num processo de integração na mesma aplicação, estão preparar o regresso ao ativo no mês de maio.

App Free Now | Foto cedida

A empresa de mobilidade digital de táxis Free Now Portugal e a empresa de veículos descaracterizados (TVDE) Kapten instalaram divisórias de segurança nas respetivas frotas – mais de 1.500 automóveis ao todo – e desinfetaram outros 700 veículos, como forma de preparar o regresso ao ativo de ambas no mês de maio, anunciaram ambas as empresas, detidas pelo grupo alemão Free Now, em comunicado.

“No global, cerca 80% da frota ativa foi alvo destas medidas, num investimento por parte das duas aplicações de mobilidade que ultrapassa os 25 mil euros”, lê-se no comunicado enviado à redação. As duas empresas estão desde fevereiro num processo de integração na mesma aplicação móvel, nomeadamente a aplicação Free Now.

“Nesta fase, em que as empresas e as pessoas começam a preparar o regresso àquilo que podemos chamar de ‘nova normalidade’, decidimos avançar com uma lista extensa de medidas, com o objetivo de garantir a segurança de todos aqueles que necessitam de se deslocarem”, disse o responsável pela Free Now em Portugal, Sérgio Pereira, citado em comunicado.

Em relação à colocação das divisórias físicas, entre o espaço do condutor e o dos passageiros transportados no banco da retaguarda  em mais de 1500 veículos, o investimento foi suportado pela empresa. “Os separadores colocados respeitam as indicações definidas pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), sendo transparentes, de material plástico flexível e de fixação amovível, assegurando a possibilidade de comunicação entre o condutor e os passageiros”, garantem.

Sobre a higienização, as empresas adiantam que está a ser usado o mesmo produto utilizado pelo Metropolitano de Lisboa nos espaços do metro da capital, que já começou a ser aplicado nas superfícies mais expostas ao contacto.

Recomendadas

Administração da Altice reúne-se com sindicatos a 22 de junho para esclarecer futuro da empresa

Sindicatos querem conhecer o plano da empresa para os trabalhadores, bem como as notícias que dão conta da saída da Altice de Portugal. Mas, segundo o STPT, o foco será esclarecer um “plano organizacional integrado” cujos contornos as estruturas sindicais dizem desconhecer.

Fusões e aquisições de empresas em Portugal movimentaram mais de 3 mil milhões até maio

Apesar de em 60% das transações os valores não terem sido revelados, os números representam uma diminuição de 10% no total de transações e uma queda de 53% no capital mobilizado.

PremiumEuro2020 pode ser pontapé para relançar mercado publicitário das marcas

Cobertura mediática será maior do que em 2016, mas é pouco provável que se traduza em recordes de audiências, dizem especialistas. Ainda assim, as marcas deverão aproveitar a oportunidade.
Comentários