Frente Sindical de Docentes recebida esta noite no Ministério de Educação

Depois da FENPROF, é a vez da Frente Sindical dos Docentes ser recebida pela secretária de Estado Adjunta, Alexandra Leitão, escassas horas antes do início da greve nacional de professores. A reunião está marcada para as 22h00.

“Não sermos tolerantes face a uma proposta totalmente desadequada e injusta, e é isso que diremos hoje à Secretária de Estado, e demonstraremos amanhã, com milhares de associados em luta pela dignificação da sua profissão”, afirmam os representantes da Frente Sindical de Docentes em comunicado chegado neste minuto às redações:

Esta estrutura, que reúne oito sindicatos que representam milhares de professores de todo o País (ASPL, PRÓ-ORDEM, SEPLEU, SINAPE, SINDEP, SIPPEB, SIPE e SPLIU), estará amanhã pelas 11h00 frente à Assembleia da República para manifestar o seu desacordo com o que consideram ser uma proposta “desonesta” do Governo, que quer “apagar da vida dos docentes nove anos e quatro meses de trabalho ao serviço das escolas, dos alunos e do ensino”.

O Orçamento de Estado de 2018 prevê que este tempo, em que as carreiras dos docentes estiveram congeladas, não seja considerado para efeitos de progressão na carreira, discriminando os professores face à generalidade dos funcionários públicos.

 

Recomendadas

INEM confirma quatro vítimas mortais em queda de helicóptero, causas desconhecidas

A aeronave, que fazia a viagem entre o Porto e Macedo de Cavaleiros, Bragança, estava desaparecida desde as 18:30 de sábado e, segundo o organismo, “o incidente ocorreu numa altura em que se verificavam condições meteorológicas bastante adversas”.

Helicóptero do INEM com quatro pessoas a bordo desapareceu na zona de Valongo

A aeronave transportava um médico, um enfermeiro e dois pilotos e regressava à base em Macedo de Cavaleiros.

FENPROF admite avançar uma ação contra o Estado. Todos os detalhes aqui

O maior sindicato de professores do país aprovou este sábado, em reunião de conselho nacional, em Lisboa, um caderno de reivindicações prioritárias acompanhado de um conjunto de ações de luta que prevê greves, manifestações e recurso à justiça.
Comentários