Fumadores arriscam até 250 euros de multa se atirarem beatas para o chão

Se os tabagistas estão sujeitos a multas, o mesmo acontece às entidades que não disponibilizem cinzeiros aos clientes. Para as entidades, as multas podem ir dos 250 euros até aos 1.500 euros. A medida vai ser submetida à votação final na sexta-feira e só entra em vigor em 2020.

Atirar o que resta de um cigarro para o chão é um hábito adquirido por muitos fumadores. Agora, o comportamento de deitar beatas de cigarros para o chão vai corresponder a uma multa mínima de 25 euros, sendo que pode atingir um valor máximo de 250 euros.

Segundo o Expresso, os tabagistas estão sujeitos a multas, o mesmo acontece às entidades que não disponibilizem cinzeiros aos clientes. Caso entidades como cafés ou restaurantes não disponibilizem um cinzeiro para a deposição das beatas, estão a cometer uma infração que lhes pode custar entre 250 euros e 1.500 euros.

Esta medida foi aprovada no passado dia 14 de junho, após o projeto de lei do PAN, que prevê ainda a criação de ações de sensibilização para os fumadores e cinzeiros nas paragens dos transportes públicos.

Apesar de a medida só vir a entrar em vigor em 2020, devido a um ano de adaptação em que não são aplicadas multas, o Governo vai ter de realizar as ações de sensibilização pedidas pelo PAN, junto de consumidores, empresas e outras entidades.

Embora já tenha sido aprovado na especialidade, a votação final na generalidade só acontecerá na próxima sexta-feira.

Recomendadas

Restrições na área de Lisboa poderão ser levantadas “muito brevemente”, diz António Costa

O primeiro-ministro revelou esta quarta-feira que as restrições impostas na Área Metropolitana de Lisboa devido à pandemia de covid-19 poderão ser levantadas “muito brevemente”, uma vez que os focos de contágio identificados são “situações muito contidas”.

“Lá dentro cultura, cá fora artistas tauromáquicos algemados. Que maravilha”. Campo Pequeno chega ao Parlamento

O CDS estranhou a realização de um espetáculo num espaço habitualmente destinado a touradas e o líder do PAN partilhou com António Costa aquilo que apelidou como uma visão do futuro. O Campo Pequeno, em Lisboa, foi tema em debate entre CDS e PAN.

António Costa defende ‘paraministro’: “Convite a quem está fora da bolha partidária melhora qualidade da sessão política”

Durante o debate quinzenal, António Costa foi questionado três vezes pelos partidos sobre o convite do Governo ao CEO da Partex. O líder do Governo diz que é o seu “estilo” convidar personalidades independentes para colaborar em questões políticas e acusou direita de “mesquinhez” por trazer tema a debate.
Comentários