Fundação Repsol vai financiar startups até 144 mil euros

A Repsol adianta que os empreendedores que queiram participar podem apresentar os seus projetos até ao dia 4 de março de 2019.

A Fundación Repsol lançou um novo convite às startups para o seu programa de aceleração, tendo selecionado projetos que irão receber um apoio económico até 144 mil euros durante um ano, formação e aconselhamento por parte de uma equipa de mentores e especialistas da Repsol.

Esta é a 8ª convocatória da Fundação Repsol relativa ao seu Fundo de Empreendedores, “um programa de aceleração para apoiar ‘startups’ que ofereçam soluções inovadoras no âmbito da indústria energética e química, mobilidade avançada e economia circular”.

A Repsol adianta que os empreendedores que queiram participar podem apresentar os seus projetos até ao dia 4 de março de 2019, através do formulário disponível em www.fundacionrepsol.com.

“O Fundo de Empreendedores apoia todos os anos entre seis e oito empresas, em fase pré-comercial, possibilitando a sua entrada no mercado, no menor tempo possível. Todas elas têm em comum o desenvolvimento de inovações que contribuam, de alguma forma, para uma transição energética mais sustentável”, assegura a petrolífera espanhola.

Relacionadas

Repsol cria fundo de investimento de 85 milhões de euros para startups

Fundo ‘Repsol Corporate Venturing’ destina-se a startups que ofereçam soluções de mobilidade avançada, novos materiais, economia circular ou tecnologias digitais aplicadas à exploração de produto e aplica-se no período entre 2016 e 2020.

Repsol apoia novos projetos e ideias tecnológicas com 144 mil euros

As startups de base tecnológica, a operar na área da energia e mobilidade e concorrem ao Fundo de Empreendedores, começam este mês a ser avaliadas.
Recomendadas

Transtejo lança concurso de 57ME para aquisição de dez navios elétricos

A Transtejo vai lançar, na terça-feira, o concurso para a aquisição de dez navios de propulsão elétrica para as ligações fluviais entre a Margem Sul e Lisboa, num investimento de 57 milhões de euros, anunciou hoje a empresa.

‘Número 3’ do grupo El Corte Inglés demite-se por desavenças com a presidente

No centro dos desentendimentos entre o demissionário, Jesús Nuño de la Rosa, e a presidente executiva, Marta Álvarez, está o incumprimento do El Corte Inglés não ter cumprido os planos estratégicos delienados em 2018, como a reestruturação e a profissionalização do grupo espanhol.

STEF cresceu 12,2% em Portugal no quarto trimestre de 2019

No conjunto do exercício de 2019, o grupo de transporte e logística alcançou uma faturação de 3.441 milhões de euros, o que traduziu um crescimento de 5,7% (3,9% a perímetro constante).
Comentários