Galp e BCP impulsionam bolsa de Lisboa

Destaque para os pesos pesados Galp e BCP, que sobem 1,62% para 8,14 euros e 0,92% para 0,08 euros, respetivamente.

Justin Lane/EPA via Lusa

A bolsa de Lisboa está a subir 0,60% para 4.142,76 pontos na sessão desta sexta-feira.

Lá fora, Paris sobe 1,11%, Frankfurt ganha 0,85% e Madrid ganha 0,99%.

Em Lisboa, a Ibersol ganha 3,63% para 4,00 euros, seguida da Mota-Engil que sobe 2,39% para 1,20 euros.

Destaque para os pesos pesados Galp e BCP que sobe 1,62% para 8,14 euros e 0,92% para 0,08 euros, respetivamente.

Já o grupo EDP sobe 0,23% para 4,40 euros, enquanto a EDP Renováveis valoriza 0,50% para 16,18 euros.

A Jerónimo Martins sobe 0,70% para 14,48 euros.

Neste momento, só há duas cotadas em queda: a Pharol perde 0,52% para 0,10 euros, os CTT descem 0,22% para 2,32 euros.

A Sonae Capital é a cotada com mais açõe negociadas 2,8 milhões de titulos trocados nesta sessão.

Segue-se a Galp com 894 mil, a EDP com 506 mil, a Mota-Engil com 494 mil e a Jerónimo Martins com 362 mil.

Hoje nas notícias, Donald Trump e Joe Biden debateram pela segunda vez, num debate marcado pelo tom mais sereno face ao primeiro embate, mas onde houve acusações parte a parte de corrupção pelos dois candidatos presidenciais.

Segundo e último debate presidencial norte-americano mais sereno apesar de acusações cruzadas de corrupção

Ler mais

Recomendadas

Bolsa de Nova Iorque encerra sem tendência definida

A ‘speaker’ democrata da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e o líder da minoria republicana, Chuck Schumer, defenderam o novo pacote de estímulos de 908 mil milhões de dólares.

“Regulação e supervisão estão hoje melhor preparados para enfrentar as dificuldades”, diz Gabriela Figueiredo Dias

Na lista de atividades apresentada na COF, a presidente da CMVM defendeu que a melhoria dos níveis de serviço da entidade de supervisão “também está a beneficiar as entidades supervisionadas, nomeadamente pela antecipação em cerca de 40% dos prazos previstos legalmente para autorizações e registos, ou reduções da mesma magnitude face a 2018 na aprovação de prospetos”.

“Mercados em Ação”: Assista ao programa desta semana

Acompanhe o “Mercados em Ação” no site e nas redes sociais do Jornal Económico. E reveja-o através da plataforma multimédia JE TV.
Comentários