Gás natural: famílias portuguesas pagam terceiro preço mais caro na UE

O gás natural mais caro é pago na Suécia (0,11 euros por kw), seguindo-se a Dinamarca (0,09), a Holanda e Portugal (0,08 cada) e a Espanha (0,07 euros por kw).

Portugal teve o segundo maior recuo (-1,8%) nos preços do gás natural para consumo doméstico no primeiro semestre do ano, na comparação homóloga, mas tem o terceiro valor mais elevado entre os Estados-membros, segundo dados do Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico da União Europeia (UE), entre janeiro e junho, a Estónia foi o país onde os preços do gás natural mais recuaram em termos homólogos (-4,3%), seguindo-se Portugal (-1,8%) e o Luxemburgo (-1,7%).

Em sentido contrário, as maiores subidas homólogas dos preços do gás natural verificaram-se na Bulgária (14,9%), seguindo-se a Lituânia (9,3%) e a Holanda (6,8%).

O gás natural mais caro é pago na Suécia (0,11 euros por kw), seguindo-se a Dinamarca (0,09), a Holanda e Portugal (0,08 cada) e a Espanha (0,07 euros por kw).

A Bulgária, Estónia, Croácia, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Hungria, Polónia, Eslováquia (todos com um preço de 0,04 euros por kw) e a Roménia (0,03 euros por kw) pagaram os menores preços pelo consumo doméstico de gás natural.

Na UE o preço médio foi de 0,06 euros por kw e na zona euro de 0,07.

Ler mais
Recomendadas

Banco de Portugal: empréstimos concedidos pelos bancos descem 0,8% no mês de outubro

No mês de outubro os empréstimos concedidos pelos bancos a sociedades não financeiras apresentaram uma taxa de variação anual (tva) de -0,8%, comparado com os -0,3% registados em setembro.

Conselho das Finanças Públicas divulga publicação sobre o sistema de saúde em Portugal

O CFP descreve os principais elementos que caracterizam um sistema de saúde, comparando o sistema português com o dos restantes países da OCDE e detalhando o modelo vigente em Portugal.

Banco de Portugal: taxa de juro média dos novos empréstimos cresceu 2,43% em outubro

Esta percentagem representa um aumento de sete pontos base (pb) face ao mês anterior.
Comentários