Geração Z e millenials perderam o interesse pelo Facebook. Instagram é a rede preferida dos influenciadores

“O crescimento do Facebook está estagnado”, explicou Ana Aldea, responsável por analisar as redes sociais, ao ‘El Economista’.

A conhecida rede social dos influenciadores parece estar a converter-se no futuro do marketing digital, com novas funcionalidades que permitem saber diretamente a loja e o preço dos produtos, um método bastante adotado pelas celebridades.

“O crescimento do Facebook está estagnado”, explicou Ana Aldea, responsável por analisar as redes sociais, ao ‘El Economista’. Ana Aldea explica que se há ferramenta que não deve faltar quando se está a planear uma campanha em redes sociais é o Instagram.

A responsável sublinhou o facto de “a atração de novos utilizadores custa cada vez mais” ao Facebook, garantindo que “as gerações mais jovens, como a geração Z ou os millennials, perderam o interesse na rede social criada por Mark Zuckerberg”. A atratividade do Instagram é tanta que supera os quatro mil milhões de ‘gostos’ diários, e cada publicação tem 23% de mais interatividade que no Facebook.

O Instagram arrecada 11 mil milhões de dólares em receitas de publicidade por ano.

Na rede social das fotografias, o investimento em publicidade digital superou os 311 mil milhões de dólares, de acordo com projeções da Statista para 2019.

Recomendadas

Clube de Cristiano Ronaldo muda de nome para Piemonte Calcio… no FIFA 2020

O contrato de exclusividade da equipa italiana com a Konami indica que o “eFootball PES 2020 será o único videojogo de consola que contará com o nome do clube, o emblema e estádio quando for lançado a 10 de setembro de 2019”.

“Professores estão exaustos”. Fenprof quer investigação sobre professores que morreram em trabalho

Mário Nogueira mencionou que “é bom que se perceba se tem a ver com o excesso de trabalho a que estavam sujeitas”, uma vez que “podemos [os professores] estar a chegar a situações limite”.

Plano de reabilitação para arrendamento acessível: Saiba quais são os 50 imóveis

O Decreto-Lei foi publicado esta terça-feira em Diário da República, depois de ter sido aprovado pelo Governo no passado dia 4 de julho. Novo programa no setor do arrendamento é destinado à reabilitação de imóveis que pertencem ao Estado.
Comentários