Governo aprovou linha de crédito de 20 milhões para o setor das flores

A linha foi aprovada ontem, dia 17 de setembro, em Conselho de Ministros, através de um decreto-lei, que estabelece juros bonificados a 80%, a concederpelo prazo máximo de quatro anos.

Reuters

O Governo aprovou a atribuição de uma linha de crédito de 20 milhões de euros para apoiar os produtores nacionais do setor das flores.

A medida em causa foi aprovada ontem, dia 17 de setembro, em Conselho de Ministros, através de “um decreto-lei que cria uma linha de crédito, no montante global de 20 milhões de euros, com juros bonificados a 80%, a conceder pelo prazo máximo de quatro anos”.

Segundo o Ministério da Agricultura, “esta linha de crédito bonificada é dirigida aos produtores de flores de corte e plantas ornamentais, para fazer face às dificuldades enfrentadas por estes, decorrentes da atual situação que o país enfrenta, causada pela Covid-19”.

“Neste contexto, pretende-se disponibilizar aos produtores do setor, a custos reduzidos, os meios financeiros necessários à manutenção da atividade, que lhes permita a liquidação ou renegociação de dívidas, junto de fornecedores de fatores de produção, de instituições de crédito ou demais entidades habilitadas por lei à concessão de crédito”, adianta um comunicado do Ministério da Agricultura.

Para a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, “esta é uma medida que visa criar condições de tesouraria para a retoma de um setor muito importante e que não usufruiu de outros apoios e foi muito afetado por esta pandemia”.

Recomendadas

Vindimas 2020: na Bairrada, uvas de qualidade irrepreensível

Amanhã, será a vez de caminharmos para o interior do país, em direção aos produtores da região do Dão, com destaque para a Quinta da Taboadella, pertencente à Amorim Family Estates, e para a Quinta de Lemos.

Consumo de azeite em Portugal deve subir 7% acima da produção em 2020

As previsões são da associação de produtores nacionais Olivum, que assinala que Portugal é o primeiro país em produção de azeite virgem extra no mercado mundial.

Vindimas 2020: nos vinhos verdes, equilíbrio entre o álcool e a acidez

Amanhã, será a vez de seguir mais para sul em direção aos produtores de vinhos da região da Bairrada, com destaque para as Caves do Solar de São Domingos e para a Quinta dos Abibes.
Comentários