Governo aprovou linha de crédito de 20 milhões para o setor das flores

A linha foi aprovada ontem, dia 17 de setembro, em Conselho de Ministros, através de um decreto-lei, que estabelece juros bonificados a 80%, a concederpelo prazo máximo de quatro anos.

Reuters

O Governo aprovou a atribuição de uma linha de crédito de 20 milhões de euros para apoiar os produtores nacionais do setor das flores.

A medida em causa foi aprovada ontem, dia 17 de setembro, em Conselho de Ministros, através de “um decreto-lei que cria uma linha de crédito, no montante global de 20 milhões de euros, com juros bonificados a 80%, a conceder pelo prazo máximo de quatro anos”.

Segundo o Ministério da Agricultura, “esta linha de crédito bonificada é dirigida aos produtores de flores de corte e plantas ornamentais, para fazer face às dificuldades enfrentadas por estes, decorrentes da atual situação que o país enfrenta, causada pela Covid-19”.

“Neste contexto, pretende-se disponibilizar aos produtores do setor, a custos reduzidos, os meios financeiros necessários à manutenção da atividade, que lhes permita a liquidação ou renegociação de dívidas, junto de fornecedores de fatores de produção, de instituições de crédito ou demais entidades habilitadas por lei à concessão de crédito”, adianta um comunicado do Ministério da Agricultura.

Para a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, “esta é uma medida que visa criar condições de tesouraria para a retoma de um setor muito importante e que não usufruiu de outros apoios e foi muito afetado por esta pandemia”.

Recomendadas

Vindimas 2020: Na Península de Setúbal, uma campanha desafiante com bons vinhos na adega

Amanhã, prosseguiremos esta viagem pelas vindimas de 2020 com os testemunhos dos produtores do Douro, desde a centenária Real Companhia Velha até à Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, pertencente à Amorim Family Estates, do Grupo Amorim, passando por casas como a Quinta do Crasto, Colinas do Douro, Parceiros na Criação, Quinta dos Murças (da Herdade do Esporão), A & D Wines, Wine & Soul e Maçanita Irmãos & Enólogos.

Vindimas 2020: No Alentejo, produção em alta, qualidade superior em perspetiva

Hoje, é a vez dos testemunhos dos produtores vitivinícolas do Alentejo, uma das regiões com maiores perspetivas de crescimento de produção face a 2019. Amanhã, será dada voz aos produtores da Península de Setúbal.

Maria do Céu Antunes vai ao Luxemburgo para participar no Conselho Europeu de Agricultura e Pescas

A PAC – Política Agrícola Comum representa 34,5% do total do orçamento europeu do presente ano, de cerca de 58,12 mil milhões de euros, ou seja, vai absorver em 2020 mais de 20 mil milhões de euros.
Comentários