Governo conta mais de sete mil incêndios nos primeiros oito meses de 2019

O Ministério da Administração Interna explicou que esses números representam menos 43% de incêndios rurais e menos 63% de área ardida, em comparação com os últimos 10 anos.

Um total de 7.192 incêndios foram contabilizados em Portugal entre 01 de janeiro e 15 de agosto de 2019, tendo resultado em 26.199 hectares de área ardida, anunciou hoje o Ministério da Administração Interna (MAI).

Em comunicado à imprensa, o MAI explicou que esses números representam menos 43% de incêndios rurais e menos 63% de área ardida, em comparação com os últimos 10 anos.

“O ano de 2019 apresenta, até ao dia 15 de agosto, o 2.º valor mais reduzido em número de incêndios e o 2.º valor mais reduzido de área ardida desde 2009”, lê-se no comunicado.

Para o MAI, “o comportamento dos portugueses em dias de perigo de incêndio rural tem contribuído para a obtenção destes resultados”.

Apesar disso, o Ministério continua a apelar à adoção de “medidas de prevenção e precaução na utilização do fogo em espaços rurais”.

Recomendadas

Movimento cívico alerta para consequências da exploração de lítio na Serra d’Arga

A ação, promovida pelo Movimento de Defesa do Ambiente e Património do Alto Minho, pretende sensibilizar para a “calamidade da exploração mineira massiva” na serra d’Arga e “parar” um projeto que “põe em causa 20%” daquele território.

Vespa asiática obriga ao encerramento da zona ocidental do Parque da Pena em Sintra

Em comunicado, a Parque de Sintra – Monte da Lua (PSML) explica que a decisão de encerrar a zona ocidental do Parque da Pena, em que se incluiu o Chalet da Condessa d’Edla, surgiu depois de terem sido contactados os serviços de Proteção Civil da Câmara Municipal de Sintra, no distrito de Lisboa.
Comentários