Governo saúda eleição de João Duarte para representar trabalhadores na administração da TAP

João Pedro da Conceição Duarte – chefe de cabina e na empresa desde 1992 – foi eleito pelos trabalhadores da TAP para representá-los no conselho de administração da empresa, como membro não executivo.

O ministério das Infraestruturas veio hoje a público congratular-se com a “forma exemplar e participada como decorreu o processo de escolha do representante dos trabalhadores do grupo TAP para o futuro Conselho de Administração” da companhia aérea.

Nesse sentido, a tutela saudou o ” candidato vencedor João Pedro da Conceição Duarte, que será indicado pela acionista Estado como administrador não executivo da TAP SGPS e proposto para eleição na assembleia-geral da TAP SGPS, marcada para 24 de junho, que designará os órgãos sociais para o próximo mandato”.

Em comunicado divulgado esta sexta-feira, 4 de junho, a tutela do ministro Pedro Nuno Santos aponta que a “eleição deste administrador não-executivo permitirá aos trabalhadores serem parte das decisões que se tomam na empresa, acompanhando mais de perto tanto dos seus sucessos como das suas dificuldades”.

Simultaneamente, esta escolha “permitirá ao conselho de administração ouvir mais de perto a voz dos trabalhadores e avaliar de forma mais informada o impacto que as decisões tomadas têm na forma de trabalhar dos milhares de pessoas que fazem, todos os dias, a vida do grupo TAP”.

A tutela também deixou uma “palavra de reconhecimento também aos restantes candidatos a esta eleição, pela sua disponibilidade para trabalhar em prol do sucesso da companhia aérea nacional e a todos os trabalhadores que participaram nesta escolha”. Entre os candidatos, encontrava-se o economista Ricardo Paes Mamede que tinha o apoio de quatro sindicatos da empresa: SITAVA, SNPVAC, STTAMP e STAMA.

João Duarte foi eleito com 42% dos votos, seguido por Ricardo Paes Mamede com quase 19%, Paulo Jorge Mendes Manso com 15%, Cristina Maria Pereira Cardoso com 8%, Rita Cristina Oliveira da Costa Silva com 7% e João Calisto Vaz de Matos Belo com 6%. O escrutínio contou com a participação de mais de 46% dos trabalhadores da empresa.

João Pedro da Conceção Duarte é chefe de cabine, e é trabalhador da TAP desde 1992, segundo a agência Lusa. O responsável candidatou-se a representante dos trabalhadores por considerar que esta eleição “é uma oportunidade única e não deve ser desperdiçada em prol daquilo que é o interesse de todos os trabalhadores”, segundo referiu na apresentação da sua candidatura.

“Vivemos tempos difíceis, enfrentámos desafios que nunca esperámos, vimos acontecer coisas que não deviam ter acontecido, ouvimos dizer coisas que não deveriam ter sido ditas. Lemos coisas que não deveriam ter sido escritas. Daqui para a frente é preciso valorizar mais o papel dos trabalhadores com mais respeito, dignidade e equidade”, disse, citado pela agência noticiosa.

Relacionadas

PremiumA gestora francesa que Pedro Nuno Santos quer nomear para CEO da TAP

Ex-CEO da falida companhia aérea britânica, Flybe, é a mais forte candidata ao cargo de CEO da TAP. Christine Ourmières-Widener deverá estar na lista nomes que será levada à AG da TAP, a 24 de junho.

Ricardo Paes Mamede teve menos de metade dos votos do eleito para representar trabalhadores da TAP

A eleição de João Pedro da Conceição Duarte, por 42,51% dos votos, como representante dos trabalhadores da TAP, que será indicado para Administrador não executivo na TAP SGPS pela República Portuguesa, derrotou o candidato concorrente Ricardo Paes Mamede, conotado entre os trabalhadores da TAP como muito próximo ao ministro Pedro Nuno Santos, e igualmente participante no blogue “Ladrões de Bicicletas”, criado pelo próprio Pedro Nuno Santos.

Christine Ourmières-Widener, ex-CEO da Flybe, apontada para liderar a TAP 

Christine Ourmières-Widener, especialista francesa em engenharia aeronáutica e ex-CEO da companhia aérea britânica Flybe que abriu falência por causa do Covid-19, é o nome apontado para liderar a TAP e assumir cargo de presidente executivo que está a ser ocupado transitoriamente por Ramiro Sequeira, revelaram ao Jornal Económico várias fontes próximas ao processo.
Recomendadas

Atividade das empresas de reabilitação urbana acelera crescimento em setembro

O nível de atividade na reabilitação urbana acelerou o crescimento em setembro para 11,0% em termos homólogos, face aos 5,6% do mês anterior, tendo o índice da carteira de encomendas aumentado 7,8%, informou esta segunda-feira a AICCOPN.

Sector dos componentes para automóveis pode perder quatro mil empregos em 2021

O sector dos componentes automóveis em Portugal pode perder cerca de quatro mil postos de trabalho este ano, quatro vezes a perda de emprego verificada em 2020, avisa o presidente da Associação de Fornecedores da Indústria Automóvel (AFIA).

Qual o papel das novas tecnologias no mundo do direito? Veja o “Falar Direito” com a advogada Paula Gomes Freire

A advogada Paula Gomes Freire, sócia da Vieira de Almeida e Associados, foi nomeada managing partner do escritório num mandato que terá início em fevereiro do próximo ano. Nesta entrevista conduzida por Filipe Alves, diretor do JE, a advogada explica qual a sua perspetiva sobre o papel das novas tecnologias no mundo do direito.
Comentários