PremiumGrupo Accor já reabriu 95% das suas unidades hoteleiras em Portugal

O grupo de capitais franceses, um dos maiores do sector hoteleiro a nível mundial, continua a apostar no nosso país também através do investimento em novas unidades, como é o caso da recente inauguração do quatro estrelas Mercure em Fátima.

O Grupo Accor, um dos maiores grupos hoteleiros mundiais, continua apostado na retoma do sector turístico nacional, tendo já reaberto 95% das suas unidades a operar em Portugal no segundo semestre deste ano e continuando a investir na abertura de novos hotéis no nosso país, como o caso recente do Mercure quatro estrelas em Fátima, inaugurado oficialmente no início de julho passado.

Em entrevista ao Jornal Económico, Patricia Uceda, Marketing Manager Midscale Brands do Grupo Accor para Portugal e Espanha, reconhece que, “em 2020, o Grupo Accor teve de encerrar 60% dos seus 5.100 hotéis a nível mundial, perdendo até 90% das receitas no segundo trimestre”.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

O principal desafio para o sector das pescas é tecnológico

O presidente da Associação dos Armadores de Pesca Industrial diz que a frota precisa de um salto tecnológico que a União Europeia deveria impor e apoiar quanto antes.

Desenvolvimento tecnológico vai marcar segurança privada

Na lista das 10 tendências identificadas pela associação norte-americana de segurança, e que constam do seu último relatório, todas têm uma base tecnológica e metade respeitam a esta integração entre vídeo e software, com destaque para as ferramentas de reconhecimento facial.

PremiumMário Palhares: “BNI e Finibanco Angola continuam empenhados em encontrar uma solução”

O processo de venda do Finibanco Angola a Mário Palhares do Banco BNI, acordado em 2015, acabou. Mas o CEO do banco angolano garante ao JE que o BNI e o Finibanco continuam empenhados em encontrar uma solução.
Comentários