Grupo BCP desce abaixo dos 5% na Teixeira Duarte

No final de 2017 o Fundo e Pensões do BCP tinha 9,4% da Teixeira Duarte, construtora que é dominada em 50,4% pela TD SGPS.

A construtora Teixeira Duarte informou o mercado que recebeu dia 11 de abril de 2019, da Ocidental – Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, do Grupo Banco Comercial Português, a comunicação que a 5 de abril de 2019, reduziu a participação no capital da sociedade Teixeira Duarte, “de 21.078.470 ações representativas de cerca de 5,018% do capital social e dos direitos de voto respetivos, para 20.929.397 e cerca de 4,983% respetivamente”.

No final de 2017 o Fundo e Pensões do BCP tinha 9,4% da Teixeira Duarte, construtora que é dominada em 50,4% pela TD SGPS.

O capital social é de 210 milhões de euros representado por 420 milhões de ações com o valor nominal de 0,50 euros cada uma e a TD que não é titular de quaisquer ações próprias.

 

Recomendadas

Construtora Mota-Engil coloca uma emissão de 75 milhões em obrigações para os pequenos investidores

O pagamento da taxa de juro bruta é de 4,375%. A oferta pública de subscrição arranca na próxima segunda-feira, dia 14 de outubro e termina no dia 25 do mesmo mês.

Produção na construção registou variação homóloga de 2,9% no mês de agosto

Este ligeiro abrandamento foi determinado pelo segmento da engenharia civil que apresentou uma variação de 3,2%, 0,3 pontos percentuais inferior à observada no mês de julho.

Mota-Engil garante mais 327 milhões em Angola, Moçambique e Portugal

Já na passada segunda-feira, dia 7 de outubro, a Mota-Engil já havia anunciado um contrato firmado no valor de 122 milhões de euros no Brasil, elevando para 449 milhões de euros o valor dos contratos internacionais já revelados desde o início desta semana.
Comentários