Grupo BEL celebra 18 anos com conferência sobre liderança

Com a chegada à ‘maioridade’ em outubro, o Grupo BEL propõe a reflexão sobre a forma como os empresários podem transformar o mundo. Conferência é em Lisboa no dia 22 deste mês e conta com o Jornal Económico como media partner.

Como podem os empresários transformar o mundo? É com este repto que o Grupo BEL (acionista do Jornal Económico com 35%) organiza a conferência “Perpetivas de liderança; Horizontes de mudança” que vai decorrer no próximo dia 22 de outubro, a partir das 10h00, no Instituto Universitário Militar em Lisboa.

As inscrições para a conferência estão abertas até 21 de outubro e devem ser efetuadas com envio de mail para o endereço comunicacao@grupobel.pt.

Diferentes perspetivas de liderança
Helena Ferro de Gouveia, diretora de Comunicação e Marketing do grupo BEL, explicou em entrevista ao JE que esta conferência é organizada no âmbito da comemoração dos 18 anos do grupo e que tem como objetivo refletir sobre “as diferentes perspetivas de liderança desde as clássicas, a liderança ética, uma dimensão económica, incluindo uma perspetiva de género e as dimensões culturais”.

A responsável pela comunicação e marketing do grupo BEL realça que o programa da conferência vai contar com um conjunto de jovens empresários “que têm vindo a criar valor e a inovar” e que importa perceber como é que “os nossos empresários do futuro percecionam os próximos anos e qual a sua perspetiva.

Olhares de futuro
Nestes painéis, destaque para o debate que vai juntar Luís Marques Mendes, Marco Galinha, CEO do Grupo BEL, Alexandre Fonseca, CEO da Altice, Joana Rafael, CEO da Sensei e Sérgio Ribeiro, CEO da Planetiers. A manhã vai contar com a exposição de várias perspetivas de liderança: Diogo Leite Campos vai refletir sobre a dimensão ética e Jorge Braga de Macedo trará à conferência a perspetiva económica da liderança. Rosa Monteiro aborda o lado da perspetiva de género na liderança e o Brigadeiro-General Duarte Costa, Comandante Nacional da ANEPC irá ajudar a refletir no que diz respeito a uma perspetiva multidimensional da liderança.

Recomendadas

PremiumPedro Gouveia Alves: “Enquanto cidadãos devemos defender Portugal na UE”

Presidente do Montepio Crédito considera que a adesão à União Europeia trouxe “mais benefícios do que riscos” e ajudou Portugal durante a crise.

PremiumPortugal precisa de se afirmar para compensar cortes nos fundos europeus

Eurodeputada Cláudia Monteiro Aguiar acredita que a saída do Reino Unido da União Europeia vai obrigar a cortes nas verbas destinadas à coesão. Portugal pode sofrer e terá de encontrar novas formas de se afirmar.

Brexit vai influenciar Orçamento da UE e condicionar fundos de coesão, defende eurodeputada Cláudia Monteiro Aguiar

A eurodeputada social-democrata Cláudia Monteiro Aguiar indica que o Brexit dominou as discussões europeias nos últimos anos e obrigou a “colocar em segundo plano” outras questões importantes para a UE, como os transportes, turismo e alterações climáticas.
Comentários