Grupo parlamentar do PS vai aprovar recandidatura de Ferro Rodrigues a presidente da Assembleia da República

Fonte oficial socialista disse à agência Lusa que se espera que a recandidatura de Ferro Rodrigues, antigo ministro e líder do PS entre 2002 e 2004, “além de unânime no PS, recolha também apoios em outros grupos parlamentares”, quando, na sexta-feira, por voto secreto, em plenário, os deputados elegerem o presidente da Assembleia da República da XIV Legislatura.

O Grupo Parlamentar do PS vai reunir-se na quinta-feira, com a presença do secretário-geral, António Costa, ocasião em que deverá aprovar a recandidatura de Ferro Rodrigues ao cargo de presidente da Assembleia da República.

Fonte oficial socialista disse à agência Lusa que se espera que a recandidatura de Ferro Rodrigues, antigo ministro e líder do PS entre 2002 e 2004, “além de unânime no PS, recolha também apoios em outros grupos parlamentares”, quando, na sexta-feira, por voto secreto, em plenário, os deputados elegerem o presidente da Assembleia da República da XIV Legislatura.

Na reunião do Grupo Parlamentar do PS de quinta-feira, em que Carlos César cessará formalmente o seu mandato como presidente do Grupo Parlamentar, os deputados vão também marcar o dia da eleição de Ana Catarina Mendes para a liderança da bancada, o que deverá também acontecer na sexta-feira.

Na semana passada, o secretário-geral do PS propôs Ana Catarina Mendes para suceder a Carlos César na presidência do Grupo Parlamentar do PS.

Por outro lado, na sequência da decisão da conferência de líderes de marcar para sexta-feira, às 10:00, a primeira sessão da XIV Legislatura, a bancada socialista terá também de aprovar já na quinta-feira as suas candidaturas para a Comissão de Verificação de Poderes, mesa e Conselho de Administração da Assembleia da República.

Recomendadas

Diploma do Chega sobre incompatibilidade de políticos retirado do plenário pelo Governo

Presidência da Assembleia da República avisou gabinete de André Ventura que o Executivo não autorizou o arrastamento do seu projeto de lei para ser discutido em conjunto com proposta de lei sobre contratação pública. “O Governo não achou bem o projeto e passou por cima do presidente da Assembleia da República”, protestou o deputado único do Chega.

Efacec: Estado não vai assumir responsabilidade pelas dívidas de Isabel dos Santos, garante Governo

O Executivo socialista acredita que “grande parte” da dívida da empresária angolana aos bancos que financiaram a sua entrada na Efacec (Montepio, BPI e BIC) “está perdida” porque o valor da indemnização que vai resultar da avaliação que o Governo vai fazer “não será suficiente para amortizar a totalidade dessa dívida”.

PS recomenda ao Governo tarifa social de acesso à Internet

O Grupo Parlamentar do PS pediu ao Governo para implementar a tarifa social de acesso a serviços de Internet prevista no Plano de Ação para a Transição Digital. Em tempos da pandemia da Covid-19, Socialistas consideram “imperioso” criar esta tarifa social que, à semelhança da tarifa social de eletricidade, venha a reduzir os encargos financeiros dos consumidores mais vulneráveis.
Comentários