Há um novo site português para apoiar empreendedores a desenvolver negócios

A ideia vem na sequência do movimento #compraaospequenos, criado em 2020 pela Menos Hub, com o mesmo objetivo.

A Menos Hub mudou de nome para Impulso e tem um novo projeto para «apoiar pequenos negócios portugueses em plena pandemia», o Expansão.

Esta comunidade, cujo objetivo é ajudar empreendedores nacionais, disponibiliza agora um novo plano de apoio, que se junta aos “aceleradores” ‘Ignição’ e ‘Propulsão’. A ideia vem na sequência do movimento #compraaospequenos, criado em 2020 pela Menos Hub, com o mesmo objetivo.

No site da Impulso, é possível ter acesso a vários «serviços, conteúdos e ferramentas», mediante uma subscrição, para auxiliar no desenvolvimento dos projetos e «reduzir as despesas mensais associadas».

Entre os parceiros de negócio a que os empreendedores podem ter acesso com a subscrição da Impulso estão empresas como DPD, Staples, Mygon, E-goi, Weasy, Duplix, LACS, Fixando e Porto.io. A isto juntam-se masterclasses e workshops, sobre vários temas de empreendedorismo e negócios.

O valor da subscrição Expansão é de 18,90 euros/mês e a anual fica por 178,90 euros, o que representa uma poupança de 47,90 euros (ou seja, quatro meses gratuitos) em relação à mensalidade. A Impulso está ainda a dar um desconto de 30% nas duas modalidades até 17 de Março.

«A sobrevivência dos pequenos negócios, que correspondem a mais de 90% das empresas em Portugal, está em jogo e a ‘Expansão’ surge como uma solução de apoio – não só para os pequenos negócios se tornarem mais competitivos mas, acima de tudo, para poderem reduzir as despesas», diz João Duarte, cofundador da Impulso.

PCGuia
Ler mais
Recomendadas

Inokem. Startup dos desinfetantes vai tornar-se 100% verde

A biotecnológica cofundada por Pedro Martins vai aumentar o investimento em soluções de combate aos vírus para mais de 45 mil euros este ano. “Temos planos para a criação de um laboratório especializado em desenvolvimento de soluções exclusivamente biológicas e direcionadas para as empresas e consumidor doméstico”, disse o empreendedor ao Jornal Económico.

Klarna torna-se na startup mais valiosa da Europa

O valor da Klarna subiu depois de a empresa sueca ter fechado uma ronda de investimento de 1 mil milhões numa combinação de investidores novos e outros ‘da casa’.

Lisboa’s Growth Program oferece 500 mil euros a startups e nómadas digitais para promover a inovação

Para ter acesso a estes 500 mil euros, é preciso fazer uma candidatura no site Made of Lisboa.
Comentários