Haitong vai escolher administração para novo mandato

O mandato da actual administração que junta Hiroki Miyazato e José Maria Ricciardi termina no fim do ano.

O mandato da administração do Haitong Bank, que junta Hiroki Miyazato, como Chairman e José Maria Ricciardi como presidente executivo, está a chegar ao fim. O banco de investimento português que foi comprado pelos chineses vai ter de escolher uma nova administração para o próximo triénio.

Uma das alterações é a redução significativa do número de administradores que hoje são nove executivos, segundo o site do banco. Mo Yiu Poon, que é CFO; Alan Fernandes; Christian Minzolini; Félix Aguirre; Frederico Alegria; Paulo Martins e Rafael Valverde compõem o resto da administração.

Rumores de mercado davam ontem conta de alterações na cúpula do ex-BESI. Mas não foi possível obter qualquer confirmação.

José Maria Ricciardi estava ontem na China depois de se ter reunido com os acionistas e discutido o futuro do banco. Na agenda estava a futura gestão do banco e o orçamento para 2017.

O Haitong Bank é detido pela Haitong Securities, que tem Qu Qiuping, como CEO, e é cotada nas bolsas de Xangai e de Hong Kong.

A venda à sociedade Haitong International Holdings Limited, sociedade constituída em Hong Kong, subsidiária integral da Haitong Securities, foi anunciada no fim de 2014 e concluída em 2015.

José Maria Ricciardi tem assumido a liderança executiva do banco de investimento. O Haitong Bank deverá participar em duas operações de investimento estrangeiro em Portugal, de significativa dimensão, a serem anunciadas em breve, soube o Jornal Económico.

O banqueiro português foi quem trouxe a Haitong Securities para comprar o banco em Portugal, ao Novo Banco por 379 milhões de euros.

O Haitong Bank foi também o intermediário financeiro que trouxe o China Minsheng Financial para concorrer à compra do Novo Banco, e que tem fortes probabilidades de ser o vencedor do concurso que está a decorrer.

O Haitong Bank também assinou no passado dia 9 de Outubro um acordo com o China Development Bank e com o AICEP para formarem um consórcio para atrair investidores chineses para a Zona Industrial e Logística de Sines (conhecido como Porto de Sines). Tendo o CEO do Haitong Bank, feito mesmo parte da comitiva que acompanhou o primeiro-ministro na viagem à China.

Rumores no mercado falavam da possível saída de José Maria Ricciardi, e/ou de Hiroki Miyazato, o Chairman do banco, mas nenhuma das informações foi possível confirmar.

O banco de investimento está presente em vários continentes. E nas cidades de São Paulo, Dublin, Madrid, Londres, Varsóvia, Hong Kong, Kuala Lampur, Cidade do México e Xangai.

Recomendadas

Garantias do Estado às moratórias serão “um bom instrumento”, defende Paulo Macedo

Para Paulo Macedo, o “importante não é uma extensão das moratórias” e sim capitalizar as empresas. Por sua vez, o vice-presidente do BEI, Ricardo Mourinho Félix, realçou que as moratórias “foram um contributo fundamental que permitiu a muitas empresas, nesse período, não tendo receitas, continuar a manter as suas portas abertas e não entrar em situações de incumprimento”.

CaixaBank baixa proposta de despedimentos em 450 trabalhadores

O banco catalão atravessará um processo de reestruturação, na sequência da fusão com o Bankia, no qual havia proposto inicialmente despedir 8.291 trabalhadores. A negociação com os sindicatos reduziu o número.

João Costa Pinto alerta para elevado peso da dívida pública no balanço do Crédito Agrícola

“A Caixa Central em 2020 tinha um balanço de 13 mil milhões de euros. Utilizou um mecanismo que começou a ser usado comigo, que foi o recurso ao BCE para obter algum financiamento que lhe permitia comprar dívida pública, para, por essa via, obter alguns ganhos de operações financeiras. O que me surpreendeu foi a dimensão e a passividade dos reguladores”, disse o João Costa Pinto num seminário sobre banca mutualista e cooperativa.
Comentários