Hole19 lança nova funcionalidade para a Federação Portuguesa de Golfe

Startup portuguesa cria funcionalidade na app que permite aos filiados na Federação Portuguesa de Golfe (FPG) a marcação de tee-times online com condições exclusivas.

A startup portuguesa Hole19 tem uma nova funcionalidade, disponível na aplicação para todos os jogadores inscritos na Federação Portuguesa de Golfe.

O objetivo é possibilitar aos golfistas da federação a marcação de tee-times com preços exclusivos, e de uma forma mais cómoda e rápida através da aplicação.

Através do sistema de booking desenvolvido, a Hole19 permite que os golfistas Federados possam reservar rapidamente os seus tee-times, online ou através da app móvel, a qualquer hora do dia, e com a confirmação automática da marcação, acedendo ainda a preços especiais para jogadores federados.

Neste momento, a Hole19 já disponibiliza as condições exclusivas para federados em mais de 17 campos, e perspetiva a entrada em mais localizações do país até ao final do ano.

A Hole19 desenvolveu uma funcionalidade que permite a criação de mais receitas a clubes de Golfe, através da venda de inventário disponível, em tempo real, e que de outra forma poderiam ser desperdiçados. A aplicação está disponível para iOS, Android, Apple Watch e Android Wear.

 

 

Ler mais
Relacionadas

Pestana Beloura Golf aumenta receitas com plataforma de booking da Hole19

Plataforma de booking da app portuguesa Hole19 incrementa, em tempo real, a venda do inventário de tee-times disponível.  Desde o seu lançamento, já foram realizadas mais de 6.5 milhões de rondas, nos mais de 40 mil percursos de Golfe mapeados pela aplicação.
Recomendadas

Plataforma para planeamento de cirurgias faciais nasce na Universidade de Coimbra

Projeto de desenvolvimento tecnológico inovador junta academia e empresas e vai ter financiamento do Portugal 2020.

Católica digitaliza-se com tecnologia da Cisco

A UCP aposta na transformação digital das infraestruturas e dos modelos pedagógicos. Incentivam-se os alunos para atividades empreendedoras e a sua participação em experiências piloto nas áreas de IoT, indústria 4.0 e cibersegurança.

Sound Particles: “Investidores não querem saber se somos da Europa ou de Silicon Valley”

Nuno Fonseca, CEO da startup portuguesa que viu o software ser usado na produção da “Guerra dos Tronos” criou a empresa em Leiria, mas, neste momento, 60% dos clientes são da Califórnia.
Comentários