‘Hotel Doom’: 30 anos, zero hóspedes e (quase) pronto a inaugurar

Foi Kim Il-Sung, avô do atual líder da Coreia do Norte, quem iniciou o projeto, com o objetivo de abrir as portas do hotel mais alto do mundo, e o sétimo maior arranha-céus, dois anos após o início da sua obra.

O Hotel Ryugyong é um arranha-céus em forma de pirâmide, localizado na capital norte-coreana, Pyongyang que nunca teve um único hóspede desde a sua construção, em 1987.

Mas, revela o Independent, isso poderá estar prestes a mudar. O hotel inacabado, apelidado de ‘Hotel Doom’, mostrou recentemente sinais de vida que sugerem que a sua abertura pode estar próxima de acontecer. Contudo, existem rumores de que a estrutura do edifício, com 330 metros de altura e 105 andares, não é sólida o suficiente para hospedar clientes.

Segundo o jornal britânico, foi Kim Il-Sung, avô do atual líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, quem iniciou o projeto há 30 anos com o objetivo de abrir as portas do hotel mais alto do mundo, e o sétimo maior arranha-céus, dois anos após o início da sua obra. Mas, por questões de construção seguidas pela queda da União Soviética e a subsequente crise económica em 1992, o hotel acabou por manter as portas fechadas.

Passada uma década, voltaram à obra do ‘Hotel Doom’ com a nova ambição de o abrir em 2012, ano que coincidia com o 100º aniversário de nascimento do “presidente Eterno” Kim Il-Sung. Só que mais uma vez, apesar de terem sido adicionadas janelas e um mastro de telecomunicações pela empresa egípcia Orascom, o hotel permaneceu fechado.

No final do ano passado foram detetadas luzes no prédio, pela primeira vez em anos seguidas de dois novos passeios e um novo sinal de publicidade, sobre os últimos lançamentos de mísseis nucleares da Coreia do Norte, o que poderia indicar uma possível abertura do hotel.

Na semana anterior ao aniversário do armistício da Guerra da Coreia, no dia 27 de julho, foram vistos ao redor do hotel “soldados-construtores”, equipamentos de escavação e, ainda, novos cartazes de publicidade. Contudo, as autoridades não deram detalhes sobre quando pode o hotel, que rondou os 470 milhões de dólares (399.3 milhões de euros), estar terminado e pronto a abrir ao público.

Ler mais

Relacionadas

Zero hóspedes em 30 anos: Este é o misterioso hotel “fantasma” da Coreia do Norte

A construção do Hotel Ryugyong começou em 1987 e devia estar pronto dois anos depois. Hoje, ainda permanece fechado.
Recomendadas

António Costa: “Evolução da pandemia evidencia que as medidas adotadas têm produzido efeitos”

“Há uma clara correlação entre esta evolução e o termos decretado o estado de calamidade a 15 de outubro e depois uma descida mais acentuada com uma correlação por termos decretado, no último mês, o estado de emergência”, disse António Costa este sábado.

Recolher obrigatório às 2 horas da manhã no natal e ano novo

Circulação entre concelhos é permitida na altura do natal, mas fica proibida a partir da meia noite de 1 de janeiro até às 5 horas de 4 de janeiro.

Proibição de circulação na via pública mantém-se a partir das 13 horas nos dois próximos fins de semana. Circular entre concelhos continua interdito

O Governo anunciou hoje que vai continuar a ser proibido circular na via pública nos concelhos de risco muito elevado e elevado a partir das 13 horas ao fim de semana nos dois próximos fins de semana. A circulação entre concelhos também continua interdita neste período.
Comentários