Iberdrola negoceia fusão da subsidiária norte-americana com a PPL

Se as duas energéticas unirem operações, formar-se-á uma das maiores concessionárias de serviços públicos nos Estados Unidos da América, com cerca de 61 mil milhões em ativos sob gestão.

A Iberdrola está a negociar a fusão da sua subsidiária nos Estados Unidos da América, a Avangrid, com a concorrente norte-americana PPL Corporation, segundo o “Financial Times” (FT).

Se as duas multinacionais avançarem com a união de todas as suas operações, formar-se-á uma das maiores concessionárias de serviços públicos nos Estados Unidos, com cerca de 61 mil milhões de euros em ativos sob gestão, e a maior parceria na área das ‘utilities’ do ano.

De acordo com a informação recolhida pelo jornal britânico, as empresas ainda estão a estudar as melhores opções para realizar a transação, e ainda não existem certeza de que seja alcançado um acordo.

Apesar de as empresas não comentarem, fontes do mercado confirmaram ao FT que houve contactos preliminares, ainda que duvidem do sucesso da fusão. “As operações de concentração estão a ocorrer no setor e é uma das possibilidades levantadas por investidores e bancos de investimento, mas as empresas não contemplam nenhum acordo”, disseram.

A energética espanhola detém uma participação maioritária de 81,5% na Avangrid, uma fornecedora de gás ou eletricidade com um negócio de energias renováveis composto por parques eólicos e solares em 22 estados norte-americanos. Atualmente, a empresa tem um valor de mercado de 15 mil milhões de dólares (aproximadamente 14 mil milhões de euros) e uma dívida de 7,1 milhões de dólares (perto de 6,4 milhões de euros).

Recomendadas

Receitas da Altice Portugal crescem 2,1%, para 536 milhões de euros no terceiro trimestre

O crescimento das receitas foi sustentado sobretudo pelo segmento do consumo, Base de clientes da da empresa de telecomunicações cresceu “pelo oitavo trimestre consecutivo”.

Lítio em Portugal é explorado em conjunto com outros minérios para produzir cerâmica

Portugal produz lítio, mas não existem minas dedicadas exclusivamente à exploração de lítio, que é extraído em conjunto com outros minérios para produzir cerâmica.

Nike anuncia fim da parceria com a Amazon

A estratégia da gigante americana toma agora uma nova face, impulsionada pela mudança de direção, depois da contratação do ex-diretor executivo do EBAY. A Nike tem investido bastante no mercado online, e através da internet viram as suas receitas triplicarem desde 2013.
Comentários