IEFP lança novo portal de emprego e formação

“No dia 8 de abril [domingo], o IEFP lança o portal ‘iefponline’, para facilitar o relacionamento entre todos os utilizadores do serviço público de emprego”, informa o instituto.

Jose Manuel Ribeiro/Reuters

O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) tem a partir de domingo, 8 de abril, um novo portal de emprego e formação, o ‘iefponline’. Num e-mail que vários utentes do IEFP têm vindo a receber pode ler-se que o novo espaço online do serviço será “mais cómodo, mais seguro e mais acessível”.

O novo site terá uma navegação mais “simples e funcional”, bem como uma imagem mais moderna e apelativa. A partir do novo site, todos os inscritos do IEFP poderão continuar a aceder aos serviços já existentes no ‘NetEmprego’, bem como a novas funcionalidades.

Com o objetivo de “poupar tempo e evitar deslocações”, o novo portal permitirá pesquisar ofertas de emprego, a partir de um novo motor de busca; criar um currículo e utilizá-lo para responder a ofertas de emprego; consultar as ofertas de estágio profissional disponíveis e candidatar-se a uma vaga; consultar as ofertas disponíveis de cursos de formação profissional e fazer pré-inscrição; fazer um pedido de contacto ao IEFP; aderir ao serviço de notificações eletrónicas do IEFP.

No mesmo e-mail, é anunciado que “em breve” será possível marcar atendimento por agendamento prévio,submeter documentos e até fazer a requisição do subsídio de desemprego através.

Até outubro, qualquer utente do IEFP poderá aceder ao novo portal com os dados (nome de utilizador e palavra-passe) do portal ‘NetEmprego’. Mas, “por segurança’, o inicio de sessão no ‘iefponline’ vai passar a ser feito através de uma chave móvel digital ou do númerod de Segurança Social. O IEFP preparou ainda um guia, que explica detalhadamente a utilização do novo portal.

Recomendadas

Levantamento de restrições e valorização da libra indicam recuperação do turismo britânico em Portugal

A fintech Ebury, especializada em pagamentos internacionais, diz que, tendo em conta a preferência dos portugueses por destinos de praia, os destinos mais vantajosos em termos cambiais são o Dubai (Emirados Árabes Unidos), as Caraíbas e Zanzibar, na Tanzânia.

Região do Alentejo espera aumentar produção de vinho até 10% este ano

Segundo as previsões da Universidade do Porto, a região vitivinícola do Alentejo estima aumentar a produção para 120 milhões de litros de vinho, contra os 113 milhões de litros produzidos no ano passado, o que já representou uma subida de 15% face a 2019.

Associações deixam comissão sobre estratégia dos cereais e culpam Governo

Em causa está a “evidente falta de compromisso” do Ministério da Agricultura em aplicar esta estratégia, sobretudo, após ter remetido às confederações um documento relativo às decisões sobre os pagamentos diretos 2022 da Política Agrícola Comum (PAC).
Comentários