IFA 2020 irá realizar-se mas sem público

A mais importante feira de tecnologias da Europa irá decorrer, de forma presencial, mas limitada a 1000 convidados diários. Será uma feira exclusiva para imprensa e profissionais, ou seja, não será aberta ao público.

Existem duas feiras anuais no continente europeu que são fundamentais para fãs das tecnologias, o MWC – Mobile World Congress, que ocorre no inicio de cada ano em Barcelona, e a IFA, em Berlim. Este ano, devido à pandemia do novo Coronavírus, vimos a edição do MWC de 2020 ser cancelada e entretanto ficámos a saber que a Feira de Berlim irá realizar-se, mas estará fortemente limitada, e não será aberta ao público.

Se em 2019 a Messe Berlin contou com quase 245 mil visitantes internacionais, e mais de 1800 expositores, este ano a IFA contará apenas com 4 mil visitantes (mil por dia), devido às limitações impostas pelas autoridades alemãs, que proíbe a organização de eventos com mais de 5 mil pessoas.

As habituais keynotes e conferências de imprensa decorrerão logo no primeiro dia, estando já confirmada a presença de Cristiano Amon, Presidente da Qualcomm, para a abertura das conferências. Estas estarão limitadas a dois palcos, e terão uma participação máxima de 800 jornalistas internacionais, que serão convidados pela organização. Ainda não sabemos se conseguiremos estar presentes.

Serão realizados outros três eventos adicionais, limitados a 1000 participantes por dia, como Next & Shift Mobility, que reúne os populares IFA Next e IFAShift Mobility, para se discutir as tecnologias que definirão o futuro, e o IFA Global Market, para ajudar as empresas e parceiros a reorganizarem-se durante o período Pós-COVID-19 com problemas graves, como as suas cadeias de distribuição.

Serão ainda realizados os IFA Business Lounges, espaços específicos para que decorram as tradicionais reuniões de negócios presenciais, estando a organização a garantir todas as condições de limpeza dos espaços, para salvaguardar a saúde e segurança dos participantes. Serão ainda organizadas apresentações online, com acessos que serão disponibilizados pela organização da feira.

PCGuia
Ler mais
Recomendadas

Portugal Space abre candidaturas para programa de deteção de plástico nos oceanos

As inscrições decorrem até outubro e a melhor proposta de investigação recebe até 500 mil euros. O concurso está aberto a entidades nacionais e internacionais, estando estas últimas obrigadas a trabalhar em estreita cooperação com as instituições portuguesas, que deverão ser líderes de projecto ou, em alternativa, estabelecendo atividade em Portugal.

Netflix e Disney+ servem de ‘isco’ para piratas informáticos

Ao investigar 25 programas originais nas cinco principais plataformas de streaming (Disney+, Netflix, Amazon Prime, Hulu e Apple TV Plus), a Kaspersky descobriu que os cinco programas que mais servem de isco são – The Mandalorian (Disney+), Stranger Things (Netflix), The Witcher (Netflix), Sex Education (Netflix) e Orange is the New Black (Netflix).

Netflix: nova funcionalidade de reprodução de vídeos envolta em controvérsia

Esta função permite colocar o vídeo numa reprodução mais rápida ou mais lenta, mas tem sido bastante controversa no meio. Criadores, diretores e guionistas do setor opuseram-se deste o início a esta forma de visionar o conteúdo, sustentando que esta “distorce” o conteúdo.
Comentários