Imagine Dragons regressam e procuram conquistar mais “Believers”

O terceiro álbum do quarteto de Las Vegas, “Evolve”, está a ser recebido com entusiasmo.

Dois anos depois, os Imagine Dragons estão oficialmente de volta. Esta sexta-feira é lançado o terceiro álbum do quarteto de Las Vegas, “Evolve”, que conta com o selo discográfico KIDinaKORNER/Interscope Records. “Evolve” é apresentado pelo single “Believer”, cujo vídeo oficial soma mais de 96 milhões de visualizações. A revista Time descreveu “Believer” como “mais um grande hino”, enquanto a Entertainment Weekly realçou “as batidas tribais, um coro massivo e uma linha de baixo diabólica”. A Billboard definiu “Believer” como “um grandioso hino que certamente transformará o mais hesitante dos otimistas num crente (‘Believer’).”

O primeiro single do último álbum foi tão bem recebido pelo público que foi escolhido para integrar o último episódio de uma série original da Nerflix, ‘Riverdale’, assim como também integrou o anúncio da ‘Nintendo Switch Super Bowl LI’. “Believer” chegou ao primeiro lugar em seis rankings diferentes da Billboard (uma revista norte-americana especializada em música), incluindo ‘Hot Rock Songs’ e ‘Alternative Songs’. Atingiu também o top 10 na República Checa, Itália, Eslováquia, Áustria, Suíça e Portugal. A uma semana do lançamento do CD a banda norte-americana já tinha lançado quatro singles: “Believer”,“Thunder”, “Walking The Wire”, e “Whatever It Takes”, que podem ser ouvidos no YouTube.

O primeiro álbum da banda chegou em 2012 com o nome “Night Visions” e contou com as músicas “It’s Time” e “Radioactive” para o sucesso internacional. Três anos depois lançaram “Smoke + Mirrors”, que chegou às lojas em fevereiro de 2015 com as músicas “I Bet My Life”, “Gold” e “Shots”.

Os “Imagine Dragon” já têm datas para a turnê “Evolve Tour”, que vai começar em Phoenix, nos Estados Unidos, no dia 26 de Setembro, seguindo depois viagem para atuar mais 30 dias, apenas pelos Estados Unidos.

Dan Reynolds, Daniel Wayne Sermon, Daniel Platzaman e Ben McKee já aturam três vezes em Portugal. O primeiro concerto aconteceu em 2013, na já inexistente sala de espetáculos ‘TMN ao Vivo’. Posteriormente atuaram duas vezes no festival Alive.

Recomendadas

Andrew Cuomo: Nova-iorquino fora de horas

A devoção do governador do Estado de Nova Iorque parece ser a “sua” cidade. Mas a forma como está a defender os cidadãos nestes tempos tremendamente exigentes de combate à pandemia da Covid-19 podem colocar o político de 62 anos na linha da frente do Partido Democrata. Um caso a seguir nos próximos meses.

São Tomé e Príncipe: Última fronteira da Covid-19 na lusofonia

Os guias turísticos dizem que é um país de visita obrigatória e os boletins de saúde concordam: é o único da CPLP e um dos raros do mundo onde não há registo da pandemia. O petróleo continua a ser a promessa de uma solução para os problemas. Enquanto não chega, há quem venda outra felicidade: as igrejas evangélicas surgem por todo o lado.

A (outra) hora da Europa?

Ao longo do tempo, cada nação europeia pensou-se como “Europa que baste”, ou humanidade que baste, no pior dos casos. A identidade europeia foi sempre utopia, mas é raro as utopias serem inúteis.
Comentários