Imobiliária de Warren Buffett prestes a chegar a Lisboa, Porto e Algarve

A apresentação será feita na próxima sexta-feira, 4 de outubro, num evento onde vão estar presentes os principais responsáveis da Berkshire Hathaway Home Services.

Depois de iniciar operações esta quarta-feira em Espanha, a Berkshire Hathaway Home Services, empresa do multimilionário Warren Buffett, de 88 anos, prepara a sua entrada em Portugal, nas cidades de Lisboa, Porto e Algarve, segundo avança esta quarta-feira, 2 de outubro, o jornal espanhol “Expansión“.

A apresentação oficial em Portugal será feita na próxima sexta-feira, 4 de outubro, num evento onde vão estar presentes os principais responsáveis da Berkshire Hathaway Home Services, desconhecendo-se ainda mais detalhes.

A chegada da empresa imobiliária de Warren Buffett poderá servir como porta de entrada para outras empresas do grupo.

O investidor norte-americano é presidente do conselho executivo da Berkshire Hathaway Home Services, que opera em mercados que vão desde o imobiliário a seguradoras e cujo o valor das ações na bolsa de Nova Iorque atinge os 465 milhões de euros.

Warren Buffett é também acionista de empresas como a Apple (5,4%), American Express (18,2%), Bank of America (9,4%) e Coca-Cola (9,4%). O norte-americano é de acordo com a revista “Forbes” a terceira pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna avaliada em mais de 75 mil milhões de euros.

Relacionadas

Esta é a característica mais importante para Warren Buffett na hora de recrutar funcionários

O bilionário norte-americano Warren Buffett, conhecido por sua sabedoria na hora de investir seu dinheiro, classificou a integridade como a característica mais importante ao pensar em contratar um funcionário. Este é um dos três critérios que o maior investidor de todos os tempos aplica na hora de contratar. Conheça os outros dois.

Buffet regista liquidez recorde de 122 mil milhões de dólares

Buffet nunca teve tanto dinheiro em caixa pronto a ser usado em novos investimentos. Desde o final de 2017 o guru dos mercados já reteve mais de 100 mil milhões de dólares.
Recomendadas

PCP pede apreciação parlamentar do decreto que regulamenta a Lei de Bases da Habitação

Os comunistas consideram que o diploma contém “insuficientes medidas de operacionalidade” e defendem que é preciso “legislação mais avançada” para adaptar os programas 1.º Direito, Porta de Entrada e de Arrendamento Acessível, bem como para a orgânica do Instituto da Habitação.

Preço médio da habitação em Portugal fixou-se nos 1.187 euros\m2 no segundo trimestre

Este valor representa uma redução face ao primeiro trimestre (-1,4%) mas um aumento relativamente ao segundo trimestre de 2019 (+9,4%).

Avaliação das casas permaneceu nos 1.128 euros em setembro

Em termos homólogos este valor representa uma desaceleração, tendo a taxa de variação abrandado de 7,0% em agosto para 5,8% em setembro. Número de avaliações bancárias foi de cerca de 24 mil, mais 3,0% que no mesmo período do ano anterior.
Comentários