Inapa diz que foi cancelado o registo da ação judicial

A Inapa, distribuidora de papel, livrou-se da ação judicial que tinha sido colocada por um acionista. Em consequência as ações resultantes da operação de conversão das anteriores ações preferenciais, deixarão de constituir uma categoria autónoma.

A Inapa anunciou ao mercado que, “na sequência do comunicado de 29 de Agosto de 2019, foi cancelado o registo junto da Conservatória do Registo Comercial da ação judicial declarativa de anulação das deliberações sociais aprovadas na assembleia geral de 15 de Novembro de 2018 e na assembleia especial de detentores de acções preferenciais sem voto da mesma data, em virtude do trânsito em julgado da referida acção judicial”.

Em consequência, a partir do dia 21 de Outubro de 2019, as 376.225.508 acções ordinárias resultantes da operação de conversão das anteriores ações preferenciais, deixarão de constituir uma categoria autónoma e serão agregadas às já existentes ações ordinárias originais.

Empresa controlada pelo Estado e pela banca conseguiu um acordo com o acionista Pedro Baltazar, da Nova Expressão, que desistiu da ação judicial.

 

Recomendadas

Metade das empresas portuguesas têm presença nas redes sociais

Cerca de 50% das empresas portuguesas têm presença nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram ou YouTube, a mesma percentagem registada em toda a União Europeia (UE), segundo estatísticas hoje divulgadas pelo Eurostat.

Comissões arrecadadas pelos bancos subiram 40 milhões de euros e superaram 1.500 milhões em 2019

O parlamento debate esta quinta-feira 11 propostas de Bloco de Esquerda, PCP, PS, PAN e PSD sobre comissões bancárias, como limitar as comissões cobradas pelos bancos em meios de pagamento como MB Way, em declarações relacionadas com contratos de créditos e alterações unilaterais de contratos de crédito.

Exercício dos direitos de subscrição de novas ações da Cofina arranca hoje

O período de exercício dos direitos de subscrição de novas ações da Cofina, no âmbito do aumento de capital para a compra da Media Capital, arranca hoje às 08h30 e termina às 15h00 de 10 de março.
Comentários