Incêndio no concelho da Mealhada mobiliza 276 operacionais e 11 meios aéreos

Mais de 250 operacionais e 11 meios aéreos combatem um incêndio no concelho da Mealhada, distrito de Aveiro, que deflagrou na manhã de hoje, informa a Autoridade Nacional de Proteção Civil na sua página na Internet.

As chamas, que lavram em Vacariça, numa zona de pinhal e eucaliptos, a cerca de cinco quilómetros da vila do Luso, deflagraram cerca das 8h30.

No total, segundo a ANPC, estão no terreno 276 elementos, apoiados por 74 viaturas, mais os 11 meios aéreos.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro disse à agência Lusa que o fogo lavra com muita intensidade e que os meios estão a ser reforçados.

A Estrada Nacional 336, que estava cortada na zona da Vacariça, Mealhada, devido a um incêndio, reabriu ao trânsito cerca das 11h40, disse a mesma fonte.

Segundo a mesma fonte, chegou a estar interdita ao trânsito a Estrada Nacional 235, que, entretanto, também já reabriu.

Recomendadas

CNE alerta que é proibido propaganda na véspera e dia de eleições

A comissão avisa que “entende-se por ‘propaganda eleitoral’ toda a atividade que vise direta ou indiretamente promover candidaturas, seja dos candidatos, dos partidos políticos, dos titulares dos seus órgãos ou seus agentes, das coligações, dos grupos de cidadãos proponentes ou de quaisquer outras pessoas, nomeadamente a publicação de textos ou imagens que exprimam ou reproduzam o conteúdo dessa atividade”.

Fenprof estima que mais de 100 mil alunos não tenham os professores todos

Segundo a Federação Nacional dos Professores, o problema esta longe de resolvido. “A tendência, nestes dias, não tem sido para a redução, mas para o aumento do número de horários não preenchidos”, afirma, esta quarta-feira, a estrutura liderada por Mário Nogueira.

“Basta de destruir” o Fisco. Trabalhadores dos impostos fazem greve de 1 a 5 de dezembro

Em causa está o descontentamento dos trabalhadores contra a demora na regulamentação na carreira ou a perda de autonomia da Autoridade Tributária e Aduaneira, revela esta quarta-feira o STI.
Comentários