Incêndios. Enviados avisos SMS a mais de 1,5 milhões de pessoas de Faro e Santarém

O sistema de aviso preventivo por telemóvel foi acionado de manhã, com as mensagens a chegarem em português e em inglês a 1.560.267 pessoas que se encontravam em Faro e Santarém.

Patrícia Gaspar

A Proteção Civil anunciou que enviou esta segunda-feira mensagens SMS a mais de 1,5 milhões de pessoas dos distritos de Faro e Santarém a avisar para o risco extremo de incêndio rural e a proibição do uso de fogo.

O sistema de aviso preventivo por telemóvel foi acionado de manhã, com as mensagens a chegarem em português e em inglês a 1.560.267 pessoas que se encontravam em ambos os distritos, refere em comunicado a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

A ANEPC colocou no domingo os distritos de Santarém e Faro em alerta de prontidão de nível vermelho devido ao aumento do risco de incêndio florestal, por causa do vento forte.

Devido ao “significativo agravamento” do risco de incêndio rural, Portugal continental está em situação de alerta até terça-feira.

 

Recomendadas

“Agricultores foram excecionais durante o período inicial da pandemia”, afirma Marcelo

O Presidente da República marcou presença na apresentação do ‘Ambição Agro 2020-30’ onde aproveitou para enaltecer o papel que o setor agrícola desempenhou durante o confinamento provocado pela pandemia do coronavírus.

Covid-19: Sobe para 45 número de infetados associados a surto em lar de Ourique

O primeiro caso positivo de covid-19 no lar da aldeia de Santa Luzia, o de uma idosa de 85 anos, tinha sido detetado no dia 13 deste mês, após um teste realizado pela utente devido a “um episódio hospitalar de urgência” no hospital de Beja, onde acabou por ficar internada.

“Graças à inovação na agricultura, Portugal reduziu em 400 milhões o seu défice alimentar”, diz António Costa

O primeiro-ministro esteve presente por videoconferência na apresentação do ‘Ambição Agro 2020-30’, e fez questão de frisar que a agricultura é uma atividade virada para o futuro e não do passado.
Comentários