Índia ultrapassa os 20 milhões de casos desde o início da pandemia

A Índia atravessa uma segunda onda da doença, que sobrecarregou o sistema de saúde, com escassez de oxigénios e de camas em grandes cidades como Nova Deli.

A Índia ultrapassou hoje os 20 milhões de casos de covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com dados oficiais.

Nas últimas 24 horas, as autoridades indianas registaram 3.449 mortos e 357.229 casos, anunciou o Ministério da Saúde indiano.

O país, com 1,3 mil milhões de habitantes, acumulou 222.408 óbitos e 20,3 milhões de casos desde o início da pandemia, indicou, mas alguns peritos consideraram que o número real pode ser muito mais elevado.

A Índia atravessa uma segunda onda da doença, que sobrecarregou o sistema de saúde, com escassez de oxigénios e de camas em grandes cidades como Nova Deli.

Este é o segundo país do mundo com mais casos, atrás dos Estados Unidos, e o quarto com mais óbitos, depois dos EUA, do Brasil e do México.

O país iniciou, no fim de semana, uma nova fase da campanha de vacinação para abranger todos os maiores de 18 anos, embora algumas regiões indianas tenham indicado ter falta de doses.

O ritmo de vacinação tem sido lento desde o início da campanha, em janeiro, com 157 milhões de doses administradas até agora.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.203.937 mortos no mundo, resultantes de mais de 152,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.977 pessoas dos 837.457 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Ler mais
Recomendadas

Governo português envia equipas médicas a Cabo Verde para reforçar capacidade de resposta à situação pandémica

Estas equipas são constituídas por um grupo  profissionais de saúde do INEM, das Forças Armadas e do Centro Hospitalar do Baixo Vouga, integrando dois médicos com experiência em Cuidados Intensivos e quatro enfermeiros com experiência em Urgência/Emergência e Cuidados Intensivos.

Peritos alemães consideram que será necessária terceira dose da vacina contra a Covid-19

Numa entrevista publicada hoje pela imprensa do grupo Funke, o presidente da Comissão Permanente de Vacinação (Stiko) alemã, Thomas Mertens, avisou que as atuais vacinas contra a covid-19 “não serão as últimas”.

Índia com mais de quatro mil mortos por Covid-19 nas últimas 24 horas

Desde o início da pandemia o país já registou 270.284 mortes e mais de 25 milhões de casos. A Índia é o segundo país do mundo que registou mais infeções, apenas atrás dos Estados Unidos.
Comentários