INEM deu máscaras danificadas a operacionais para enfrentar coronavírus

As 54 bases de emergência do INEM começaram a receber o equipamento há uma semana e meia, mas algum está danificado, denunciou o sindicato ao JN.

INEM/Twitter

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) distribuiu máscaras danificadas ao seu pessoal para enfrentar o coronavírus, avança o Jornal de Notícias este domingo. As 54 bases de emergência do INEM começaram a receber o equipamento para enfrentar este surto há uma semana e meia.

A denúncia partiu de Rui Lázaro do Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar que alerta que as máscaras danificadas colocam em risco tanto profissionais como os cidadãos por não assegurarem a proteção devida.

“As máscaras recebidas não asseguram a esperada e obrigatória proteção, porque só trazem um elástico, ficando soltas no rosto”, disse Rui Lázaro ao JN.

Em resposta, o INEM destacou que nem todas as equipas do INEM estão habilitadas a fazer o transporte de doentes com suspeitas de coronavírus, e que o procedimento para substituir o material danificado é “muito simples”.

“Esses equipamentos, se algum aparecer danificado – devo realçar que lidamos com milhares de equipamentos por dia – estão definidos procedimentos internos para a substituição desses equipamentos”, disse Fátima Rato à TVI 24.

A coordenadora da Equipa de Emergência Médica do INEM, Fátima Rato, disse à TVI 24 que foram preparadas quatro ambulâncias para lidar com este tipo de doentes em Lisboa, Porto, Faro e Coimbra.

Ler mais
Relacionadas

Covid-19: Vários países decidem retirar cidadãos de navio em quarentena no Japão

Vários países decidiram retirar os seus cidadãos do navio de cruzeiro Diamond Princess, que está em quarentena devido ao coronavírus.

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do FMI admitiu que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus.

Coronavírus em Macau: “Algumas famílias regressaram temporariamente a Portugal”

João Francisco Pinto, diretor da Televisão de Macau, aborda em entrevista à JE TV a forma como a comunidade portuguesa está a lidar com o surto. “Não é uma situação propriamente fácil, principalmente para quem tem filhos há três semanas fechados em casa é complicado”, realça este português residente em Macau.
Recomendadas

Filipe Froes: “Todos vamos ter de usar máscara”

O médico pneumomologista e intensivista diz que ainda é cedo para abrir escolas e aliviar medidas e defende a realização de mais testes no país e alerta que há muitas perguntas por responder sobre a imunização.

Espanha regista 683 óbitos nas últimas 24 horas. Já são 15 mil desde o início da pandemia

De acordo com esta entidade governamental, Espanha já superou os 15 mil óbitos por Covid-19 (15.238 mortes no total) e tem neste momento 152.446 contagiados pela pandemia.

Centro Europeu de Doenças admite uso generalizado de máscaras em locais com muita gente

É o caso de centros comerciais e supermercados, quando se usa os transportes públicos e em certas procissões, como os elementos das forças de segurança e comerciantes que atendem ao público, se não estiverem por detrás de um vidro/acrílico de proteção.
Comentários