Inovadores do setor financeiro podem candidatar-se ao novo Portugal FinLab até janeiro

A segunda edição do programa dos três reguladores do setor financeiro já está a receber inscrições de startups. A plataforma visa facilitar a comunicação entre as partes e oferecer ao mercado uma visão integrada dos requisitos regulatórios necessários para a adoção de inovações tecnológicas financeiras.

Cristina Bernardo

A segunda edição do Portugal FinLab está a receber candidaturas de startups e empresas inovadoras para a primeira fase do programa até dia 3 de janeiro de 2020. A avaliação e seleção para o pitch day ocorrerão até ao próximo dia 27 de janeiro e, depois, os reguladores vão elaborar um relatório com eventuais obstáculos regulatórios e pontos críticos para a implementação do projeto escolhido.

Quais os critérios de avaliação?

  • Necessidade de apoio
  • Caráter inovador do projeto
  • Estádio de desenvolvimento do projeto
  • Benefícios e riscos para o consumidor e setor financeiro

O Portugal FinLab é uma plataforma de comunicação entre inovadores (startups ou instituições incumbentes) do setor financeiro em Portugal e os três reguladores – Banco de Portugal (BdP), Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF). O programa visa oferecer ao mercado uma visão integrada dos requisitos regulatórios necessários para a adoção de inovações tecnológicas financeiras.

Entre 16 de março e 30 de abril de 2020 estarão a decorrer as candidaturas para a segunda fase desta nova edição, sendo que a avaliação e seleção para o pitch day desta ronda ocorrerão até 25 de maio.

Ex-ministro da Economia diz que Portugal FinLab demonstra que o país quer liderar na inovação

Reguladores querem pôr Portugal no radar da inovação financeira

Ler mais
Recomendadas

Associação procura universitários que inovem o setor agroalimentar

A PortugalFoods anunciou esta segunda-feira que abriu as candidaturas para a quarta edição do prémio “Ecotrophelia Portugal”. A equipa vencedora recebe 2 mil euros e representa o país na competição europeia.

InnoEnergy procura startups para combater alterações climáticas e oferece 100 mil euros

A chamada decorre até meados de dezembro e destina-se a pequenas empresas ligadas à energia renovável, eficiência energética, aquecimento e mobilidade, que trabalhem em prol da descarbonização.

EY vai premiar “empreendedor do ano” e está a receber propostas de candidatos

É a 8ª edição do “EY Entrepreneur Of The Year”. Entre os anteriores vencedores estão António Rios Amorim (Corticeira Amorim), Belmiro de Azevedo (Grupo Sonae), Carlos e Jorge Martins (Grupo Martifer), Carlos Moreira da Silva (BA Glass), Dionísio Pestana (Grupo Pestana), Manuel Alfredo de Mello (Nutrinveste), Bento Correia e Miguel Leitmann (Vision-Box).
Comentários