Já estão escolhidas as 20 startups de turismo que representarão Portugal em feiras internacionais

O Turismo de Portugal selecionou 20 startups, representativas de um universo empreendedor e inovador no setor do turismo, para integrar a presença nacional nas feiras internacionais dos próximos seis meses.

Com o objetivo de estimular a inovação, a internacionalização e a cultura empreendedora das empresas do setor, o Turismo de Portugal desafiou as startups do turismo a candidatar-se à participação nas feiras internacionais dos próximos seis meses.

De entre um total de 48 candidaturas, o Turismo de Portugal escolheu: a Infraspeak, Hijiffy, SnapCity, Workzebra, Hotelvoy, Farmer Experience, Go2Nature, Tandem Innovation, Helppier, Climber Revenue Strategy, YnnovBooking, Portugal 4all Senses, myportugalforall, Portuguese Table – Experiências Gastronómicas, Marisa Maganinho, Upstream – Valorização do Território, travel&experiences, City Guru, Green Stays e Social Impactrip.

Este grupo desenvolve a sua atividade em áreas como a promoção da acessibilidade no turismo, o desenvolvimento de novas soluções de gestão da atividade de alojamento turístico, a utilização da tecnologia na relação com o consumidor, projetos promotores da gastronomia e vinhos de Portugal e propostas inovadoras de animação turística.

Estas empresas terão agora oportunidade de marcar presença na WTM – Londres (6-8 novembro), na IBTM – Barcelona (28-30 novembro), Vakantiebeurs – Utrecht (9-14 janeiro), FITUR – Madrid (17-21 janeiro) e ITB – Berlim (7-11 março).

 

 

Ler mais
Recomendadas

Greve na Transtejo/Soflusa desconvocada

A paralisação, agendada para a partir de terça-feira, foi hoje suspensa, na sequência da subscrição de um protocolo negocial entre a administração da empresa e os sindicatos.

Joe Berardo pondera chamar Vítor Constâncio como testemunha contra banca

O empresário e coleccionador de arte português José Berardo está a estudar a hipótese de chamar o antigo governador do Banco de Portugal (BdP) Vítor Constâncio como testemunha num processo movido pelos bancos, revela o “Público” esta segunda-feira. Em causa está o processo judicial para recuperar 962 milhões de euros. A informação foi transmitida ao […]

Crise em Angola obriga empresários a recrutarem mais talentos angolanos

Estudo divulgado esta segunda-feira revela que as empresas angolanas, em 2018, recrutaram mais licenciados e bacharéis para trabalhar na área tecnológica, com maior domínio de HTML, Java, SQL, Visual Basic e Visual Basic Net.
Comentários