Já viu o “Jogo Económico”? Saiba que potencial tem o turismo desportivo em Portugal

Na última edição do “Jogo Económico” debatemos o impacto económico do turismo desportivo em Portugal. João Marcelino e Luís Miguel Henrique e o convidado António da Cunha, CEO da Move Sports, dão a sua opinião sobre este tema.

Nesta edição, os comentadores residentes, o jornalista João Marcelino e o advogado e consultor Luís Miguel Henrique, moderados pelo jornalista José Carlos Lourinho, debateram o impacto económico do turismo desportivo Portugal.

Para esta edição, contamos com a participação especial de António da Cunha, CEO da Move Sports, uma das empresas que lidera este segmento em Portugal.

O turismo vive o melhor período de todos os tempos em Portugal: em 2017, as receitas provenientes do turismo foram de 17 mil milhões de euros e a tendência é para que continuem a crescer nos próximos anos.

Neste bolo de milhões, há uma fatia que se desconhece, gerada pelo turismo desportivo.

Só para a prática de golfe, Portugal é visitado por 300 mil turistas todos os anos. Estima-se que gastem 120 milhões de euros em Portugal.

No ano passado, em apenas 11 dias, o campeonato mundial de surf em Peniche gerou 14 milhões de euros à economia local e uma taxa de ocupação de quase 100% nos hotéis e restaurantes.

Recomendadas

Relação agrava pena de subcomissário que agrediu adeptos do Benfica em Guimarães

O Tribunal da Relação de Guimarães agravou para três anos e meio a pena de prisão, suspensa na sua execução, de um subcomissário da PSP por agressão a dois adeptos do Benfica naquela cidade, em maio de 2015.

Relação agrava pena de subcomissário que agrediu adeptos do Benfica em Guimarães

O Tribunal da Relação de Guimarães agravou para três anos e meio a pena de prisão, suspensa na sua execução, de um subcomissário da PSP por agressão a dois adeptos do Benfica naquela cidade, em maio de 2015.

Brexit ao contrário: como a Premier League domina futebol europeu

Duas finais europeias, quatro equipas inglesas (três das quais londrinas): Champions e Liga Europa. Nunca se viu nada assim no ‘Velho Continente’. A Premier League tomou a Europa de ‘assalto’ e gera receitas ímpares. A maior ameaça ao modelo de negócio é interna.
Comentários