Já viu o “O Jogo Económico”? O que ganhámos com a criação das SAD em Portugal?

Esta semana, “O Jogo Económico” debatemos se o desporto português ficou a ganhar com a criação das SAD. Conheça as opiniões de Luís Miguel Henrique, João Marcelino e do convidado, o empresário Pedro Baltazar, moderados por Andressa Pedry.

Cristina Bernardo

Na última edição do programa que aborda os aspetos económicos e financeiros do desporto, os comentadores residentes, o jornalista João Marcelino, o advogado e consultor Luís Miguel Henrique e o convidado, Pedro Baltazar, empresário e administrador da Sporting SAD entre 2009 e 2011, debateram, com moderação de Andressa Pedry, o papel das SAD na gestão no futebol português.

As SAD em Portugal conseguiram implementar-se respeitando o património histórico e cultural do clube, apesar das dúvidas que se criaram há 20 anos sobre esse risco potencial, o de descaracterização do emblema desportivo? Estas estruturas têm cumprido o seu objetivo de facilitar a entrada de novos investidores? Como se pode avaliar a entrada de investidores duvidosos nas SAD de alguns clubes mais necessitados de investimento? Além disso, os defensores das SAD consideram que esta forma jurídica é um bom instrumento de organização de toda a estrutura do clube, de elevada capacidade de integração e agregação, própria de empresas ambiciosas. Pode dizer-se que atingimos esse repto no nosso país?

Além disso, o painel também debateu o atual momento do Sporting, numa altura em que estão a ser oficializadas as candidaturas para as eleições de 8 de setembro.

Veja aqui o programa desta semana.

Recomendadas

Contribuintes que ganham mais de mil euros continuam a reter IRS a mais, diz a PwC

A atualização das tabelas de retenção para 2019 continua a não refletir integralmente o alargamento dos escalões do IRS de 2018 para a generalidade dos trabalhadores e pensionistas com rendimento a partir de mil euros, segundo os cálculos da PwC.

FMI indica três passos para evitar uma crise de dívida pública

O artigo publicado hoje no IMFBlog, o Fundo Monetário Internacional (FMI) afirma que “a sustentabilidade da dívida de alguns países de alto risco tem sido objeto de muito debate público”, mas, no entanto, “o peso da dívida pública é um problema crescente em todo o mundo”.

Luís Pedro Martins eleito para mandato de 5 anos na Turismo Porto e Norte de Portugal

De acordo com os atuais estatutos da TPNP, o mandato da comissão executiva tem a duração de cinco anos e só pode ser renovado uma vez.
Comentários