Jair Bolsonaro inclui atividades religiosas na lista de serviços essenciais

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, incluiu as actividades religiosas na lista de setores essenciais no decreto que regulamenta o que tem de funcionar durante o estado de calamidade em vigor devido à pandemia da Covid-19.

No novo decreto emitido por Jair Bolsonaro, citado pelo jornal “O Globo”, esta quinta-feira, as atividades religiosas surgem na lista dos setores essenciais. O funcionamento das igrejas ou comunidades religiosas fica regulado pelas normas editadas pelo Ministério da Saúde, que determinou que missas e cultos são suspensos, mas que os templos podem permanecer abertos para que os crentes rezarem.

No decreto, a “geração, transmissão e distribuição de energia elétrica” que inclui o fornecimento de suplementos “para o funcionamento e a manutenção das centrais geradoras e dos sistemas de transmissão e distribuição de energia, além de produção, transporte e distribuição de gás natural”, também estarão assegurados.

À lista junta-se ainda a “produção de petróleo e produção, distribuição e comercialização de combustíveis, gás liquefeito de petróleo e demais derivados de petróleo”. Os “serviços de pagamento, de crédito e de saque e aporte prestados pelas instituições supervisionadas pelo Banco Central do Brasil” também ficam normalizados.

Para além disso, apesar do ceticismo de Bolsonaro em relação à gravidade da pandemia, mantêm-se também as “atividades de pesquisa, científicas, laboratoriais ou similares relacionadas com a pandemia”.

Relacionadas

Covid-19: Médicos queixam-se da boçalidade das declarações de Jair Bolsonaro

O presidente do Brasil continua a proferir opiniões sobre a pandemia de Covid-19 que são um convite à inversão das medidas de contenção adotadas em todo o mundo. Associações brasileiras da área da Saúde manifestam o seu profundo descontentamento.
rui_rio

Rui Rio exige maior controlo de voos vindos do Brasil caso Bolsonaro não tome medidas contra a Covid-19

Desde de que foi decretado o Estado de Emergência, o Governo português limitou a circulação aérea de voos de Lisboa – Rio de Janeiro e Lisboa – São Paulo. Da parte da TAP, apenas os voos com destino a São Paulo serão permitidos.

Bolsonaro: “Pelo meu histórico de atleta, caso fosse contaminado com o vírus, não precisaria de me preocupar”

O Ministério da Saúde do Brasil recusou pronunciar-se sobre as palavras proferidas pelo presidente. No seu discurso, Jair Bolsonaro defendeu que não são necessárias medidas de quarentena e criticou os media.
Recomendadas

Empresa portuguesa desenvolve equipamento para criar quartos de pressão negativa

Tecnologia permite transformar quartos convencionais em quartos de pressão negativa para tratar doentes infectocontagiosos, bem como fazer a purificação do ar eliminando assim os vírus e bactérias e prevenindo a contaminação.

Santander Totta vai passar a pagar aos fornecedores a pronto pagamento

“Esta medida reforça o conjunto de outras que o Santander tem vindo a implementar para apoiar a economia e minimizar os impactos negativos provocados pela Covid-19, com especial foco na tesouraria e liquidez dos seus clientes”, referiu o Santander Totta.

Itália regista 760 óbitos nas últimas 24 horas e um aumento ligeiro no número de casos confirmados

As autoridades de saúde italianas reportaram no relatório desta quinta-feira mais 760 mortes nas últimas 24 horas, mais 33 vítimas mortais do que ontem.
Comentários