José de Mello coloca 50 milhões de obrigações a 3,875% ao ano

Com esta operação, na qual o Banco Invest, e o Haitong Bank, S.A. atuam como Joint Lead Managers e Bookrunners e o Banco BIC Português, atua como Co-Lead Manager, a José de Mello Saúde, prossegue a sua estratégia financeira com foco na redução de risco de refinanciamento, tirando partido das condições atuais de mercado para alargar a maturidade média da sua dívida.

A José de Mello Saúde informou o mercado que foram hoje apurados os resultados da oferta particular de subscrição de obrigações com o valor nominal unitário de 10.000 euros e montante nominal total mínimo de 30 milhões de euros e máximo de 50 milhões dirigida apenas a investidores qualificados, lançada em 12 de novembro de 2019.

A procura superou a oferta, pelo que o montante nominal total da emissão foi fixado em 50 milhões de euros.

As novas obrigações têm vencimento previsto para 22 de janeiro de 2027 e uma taxa de juro variável correspondente à Euribor a 6 meses (floor zero) acrescida de uma margem de 3,875% ao ano.

A José de Mello Saúde, revelou ainda que “serão amortizadas e canceladas, de acordo com a lei e os termos e condições aplicáveis, 3.567 obrigações” no montante nominal total de 35,67 milhões de euros, “representativas do empréstimo obrigacionista denominado ‘José de Mello Saúde 2015/2021’, por si adquiridas no âmbito da subscrição em espécie das novas obrigações”.

Assim, aquele empréstimo obrigacionista passa agora a ter o montante nominal total de 14,33 milhões de euros.

Com esta operação, na qual o Banco Invest, e o Haitong Bank, S.A. atuam como Joint Lead Managers e Bookrunners e o Banco BIC Português, atua como Co-Lead Manager, a José de Mello Saúde, prossegue a sua estratégia financeira com foco na redução de risco de refinanciamento, tirando partido das condições atuais de mercado para alargar a maturidade média da sua dívida.

Ler mais
Recomendadas

Euroxent indica que aumento de capital da Vista Alegre atraiu sobretudo investidores internacionais

O aumento de capital da Vista Alegre Atlantis (VAA) atraiu, maioritariamente investidores internacionais, numa operação “muito bem sucedida”, conforme defendeu esta sexta-feira a presidente executiva da Euronext Lisbon.

Seguradora Fidelidade entra no mercado chileno

Com esta entrada no Chilea Fidelidade vai também apostar em alianças com parceiros estratégicos locais, alavancadas numa rede ampla de corretores e grandes retalhistas e de bancassurance, apostando numa qualidade de serviço superior com o objetivo de proporcionar o melhor serviço aos clientes.

PAN pede campanha informativa sobre 5G em Matosinhos

Matosinhos tem uma Zonal Livre Tecnológica, promovida pelo CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento, da qual faz parte a NOS. A operadora usa a zona para testar 5G e em outubro anunciou ter coberto “integralmente” com a nova tecnologia móvel. Agora o PAN pede palestras, conferências e debates por toda a cidade para explicar o que é o 5G.
Comentários