“Ser jovem empreendedor é ser o mundo”

Ensinar pequenos e graúdos, transmitindo-lhes as ferramentas e os conhecimentos essenciais ao empreendedorismo, é a missão das Escolas de Estarreja, com o apoio da Câmara Municipal.

No âmbito do programa “Empreendedorismo na Escola”, promovido pela Câmara Municipal de Estarreja, em parceria com o Agrupamento de Escolas de Estarreja, os alunos dos 10º e 11º de Estarreja e Vagos participaram na 2ª edição da Academia Empreendedora, que visou estimular o empreendedorismo nos jovens e fomentar atitudes e comportamentos propícios ao desenvolvimento de uma cultura inovadora e criativa.

A iniciativa, que decorreu nos dias 21 e 22 de dezembro passado, na recém-inaugurada Sala Dow Portugal – Laboratório de Empreendedorismo Jovem, contabilizou um total de dez horas de formação, em que “como criar uma proposta de valor”, “storyboard” e “pitch” foram as ferramentas mais importantes do mundo empreendedor ensinadas aos 25 participantes.

Inês Castro, aluna, de 16 anos, da Escola Secundária de Estarreja (ESE), alega que estes momentos de aprendizagem para o seu percurso formativo é algo de que não pode abdicar, ao contrário das férias. “Eu abdiquei das minhas férias porque é importante. As férias temos sempre, agora oportunidades como esta que a Câmara Municipal nos dá, uma academia de empreendedorismo, é realmente muito bom porque podemos aprender coisas novas e aplicar conhecimentos. É uma mais-valia e não se trata de perder dias de férias”.

A estudante continuou: “Ser-se empreendedor é ter uma atitude positiva, ser confiante, ter ideias que possam fazer a diferença, ter atitude e saber inovar”, concluido que, “no futuro e com que aprendi, definitivamente vejo-me como uma jovem empreendedora”.

Já a Eduardo Oliveira, 17 anos, também estudante da ESE, apreciou a forma como aprenderam a trabalhar em grupo e a lidar com diferentes personalidades.  Para ele, “ser jovem empreendedor é ser o mundo” porque na aldeia global em que vivemos “um projeto pode tornar-se referência mundial”, lembra.

Com um programa que culmina com o Concurso de Ideias Jovem Empreendedor, são promovidas três ações distintas para os alunos do ensino secundário: a Academia Empreendedora, o Bootcamp de Empreendedorismo e o Seminário de Empreendedorismo Jovem. A edição deste ano do “Empreendedorismo na Escola” inclui atividades dirigidas a todos os alunos, desde a pré-escola até ao secundário.

Calendário das próximas ações de Empreendedorismo na Escola:

Para o ensino Secundário:

Bootcamp de Empreendedorismo: De 24 a 26 janeiro de 2017, no Hotel Tulip Inn e Edifício do Ciclo Criativo, destinado a jovens estudantes do 12º ano do ensino secundário. Trata-se de uma ação de preparação para o Concurso de Ideias Jovem Empreendedor 2016.

V Seminário de Empreendedorismo Jovem: Dia 27 de janeiro, 9h30, no Cine-Teatro Municipal, (entrada gratuita, sujeita à lotação da sala). Concurso de Ideias Jovem Empreendedor 2017, Academia e Bootcamp.

Concurso de Ideias Jovem Empreendedor 2017: Seleção de ideias inovadoras, nos vários setores de atividade e que também constituam uma resposta a um dos 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pela ONU, em torno dos quais se possa perspetivar a criação de novos projetos.
É dirigido aos alunos do Ensino Secundário.

Para o ensino Básico, 2º e 3º Ciclo:

O Desafio: Peddy paper Empreendedor: dirigido a alunos do 3º ciclo, vai realizar-se a partir de fevereiro de 2017, no Edifício do Ciclo Criativo, através de marcação.

Jogo da Glória: Torneio Municipal a decorrer entre março e abril, nas Escolas do Concelho, para alunos do 2º ciclo.

Ensino Básico 1º Ciclo e Ensino Pré-Escolar Moinhos Empreendedores: De janeiro a dezembro, no Concelho.

Salto para o Futuro – Conto Empreendedor: De janeiro a março, na Sala Lounge – Edifício do Ciclo Criativo.

Ler mais
Recomendadas

Associação procura universitários que inovem o setor agroalimentar

A PortugalFoods anunciou esta segunda-feira que abriu as candidaturas para a quarta edição do prémio “Ecotrophelia Portugal”. A equipa vencedora recebe 2 mil euros e representa o país na competição europeia.

InnoEnergy procura startups para combater alterações climáticas e oferece 100 mil euros

A chamada decorre até meados de dezembro e destina-se a pequenas empresas ligadas à energia renovável, eficiência energética, aquecimento e mobilidade, que trabalhem em prol da descarbonização.

Inovadores do setor financeiro podem candidatar-se ao novo Portugal FinLab até janeiro

A segunda edição do programa dos três reguladores do setor financeiro já está a receber inscrições de startups. A plataforma visa facilitar a comunicação entre as partes e oferecer ao mercado uma visão integrada dos requisitos regulatórios necessários para a adoção de inovações tecnológicas financeiras.
Comentários