Licor de Ginja é o terceiro produto do Benefício

O terceiro produto da editora O Benefício, uma startup que se especializa na produção de produtos únicos e exclusivos, é o Licor de Ginja (edição Óbidos).

Este Licor de Ginja (edição Óbidos) é único, com personalização (gravação de nome e número de série escolhidos no acto da compra), e garante a originalidade ao nível das sensações – visão, tacto, olfacto e paladar – e concedem a emotividade que O Benefício faz questão de legar.

O Benefício acredita que o futuro das organizações é colaborativo e para a elaboração desta 3.ª edição para além da Oppidum (Ginja d’Óbidos) – uma empresa portuguesa revestida de tradições e história -, contou com a arte de Alberto Quintas (ilustrador), redacção e história de Nuno Miguel Dias, da Lavandaria e da Loja!, como humanizadores do produto. “Com elas”* a concretização do projeto é um verdadeiro Benefício.

Em comunicado, a empresa revela que este produto é um elogio a todos os que o inspiram: à Câmara Municipal de Óbidos e Óbidos, terra de tradições rurais que os acolhe para criação; Parque Tecnológico de Óbidos, sede d’O Benefício como integração no mundo global; e Startup Lisboa, instituição que os acompanha, enquanto símbolo cosmopolita e multicultural.

É essa infusão que torna O Benefício numa empresa que se enquadra no movimento global ‘Beautiful Business’ – um sistema de criação de valor intangível, baseado nas relações e trocas de informação reveladoras. Afeições que se reflectem no ADN d’O Benefício que, segundo os fundadores Paulo Fernandes e Ricardo Nunes, “são a alquimia para o sucesso. Só conseguimos desenhar mudanças com a ajuda dos nossos parceiros”.

“O nosso ponto de partida é o vazio e nossa especialização é fazer bonito, com qualidade. Aqui concretizamos a nossa principal epígrafe – ‘Ninguém sabe o que é, mas vai ser incrível!’”, revelam Paulo e Ricardo. O quarto produto da editora vai ser, pela primeira vez, desenvolvido a par com uma instituição do ensino superior – a Vitruvius Fablab do ISCTE vai outorgar a vertente tecnológica da edição que está prevista para o primeiro trimestre do próximo ano.

Recomendadas

Britânica GuestReady compra startup portuguesa Oporto City Flats

A empresa de gestão de unidades alojamento local não revelou o valor da operação. Na sequência do acordo, os sete colaboradores da Oporto City Flats passam a integrar os dois escritórios que a GuestReady tem em Portugal, em Lisboa e no Porto.

Governo aprova estatuto de “Jovem Empresário Rural”

A medida visa promover o empreendedorismo nas zonas campestres e a criação de postos de trabalho nestas áreas.

União Europeia tem dois milhões de euros para empreendedores angolanos

O valor doado pela União Europeia servirá para capacitação dos empreendedores angolanos que estão ligados ao processo de exportação de produtos não petrolíferos para o bloco económico europeu.
Comentários