Liderança também se treina a bordo de uma caravela no mar

Uma parceria entre a Coimbra Business School e a rede de escolas do DeROSE Method dá origem a uma formação que vai reproduzir em Portugal metodologias do MIT e da Universidade da Califórnia.

DR

A Coimbra Business School vai lançar um programa de formação para executivos… no mar. Com efeito, das 60 horas que compõem “LeaderShip – Liderança e Alto Desempenho”, 45 serão passadas no mar a bordo de uma embarcação que procura reproduzir as condições espartanas das caravelas quinhentistas.

A formação destina-se a líderes, dirigentes e outros membros de órgãos sociais das empresas e organizações, que num ambiente inovador e adverso poderão desenvolver  capacidades comportamentais e de liderança. ““O treino de mar é um excelente exemplo de desenvolvimento pessoal, de disciplina e do espírito de equipa. Transpor as características do treino de mar para o processo de liderança – onde os líderes têm regras para cumprir, uma equipa para gerir e relações de tensão para mediar – é uma mais-valia”, explica Ana Paula Queiroga, especialista na área da liderança coordenadora do curso juntamente com o comandante Carlos Cardoso da Silva. Sónia Ribeiro, investigadora da Universidade Católica, será responsável pela elaboração de um artigo científico sobre esta experiência imersiva.

“LeaderShip – Liderança e Alto Desempenho” integra resultados de estudos do MIT – Massachusetts Institute of Technology e da Universidade da Califórnia e resulta de uma parceria entre a Coimbra Business School e a rede de escolas do DeROSE Method, com especialistas em desempenho, liderança e acompanhamento de executivos e respetivas equipas.

“O curso vai combinar a biomimética aplicada à liderança, com origem na Universidade da Califórnia, e os estudos do MIT relacionados com a neurociência”, afirma Pedro Costa, presidente da Coimbra Business School. “Enquanto escola de negócios e de ciências empresariais, a Coimbra Business School está apostada em inovar na formação de executivos: este programa de liderança com o treino de mar é um exemplo disso”.

O rigor comportamental, a gestão do esforço e de conflitos e o desenvolvimento das capacidades de auto-liderança, gestão de equipas e de tomada de decisão são objetivos a atingir com esta formação.

 

Recomendadas

Há 52.242 vagas para estudar no ensino superior em 2021/22. Áreas digitais crescem 3% face ao ano passado

A primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao ensino superior arranca dia 6 de agosto e traz mais 385 vagas nos ciclos de estudo com maior concentração de melhores alunos, com exceção de Medicina. A candidatura é online no site da Direção-Geral do Ensino Superior.

Instituições de ensino e formação procuram combinação virtuosa entre presencial e online

Na mesa redonda do JE sobre Os Desafios da Formação em Portugal, esta sexta-feira, Manuel Fontaine, diretor da Escola do Porto da Faculdade de Direito da Universidade Católica, e Jorge Conde, presidente do Politécnico de Coimbra, revelam como estão a preparar o próximo ano letivo. Jorge Lopes, diretor da Rumos Formação, diz ter a expectativa de que as empresas portuguesas voltem a investir em formação e a Rumos está preparada para responder.

Da sala de aula para o ensino a distância: três exemplos de adaptação em tempo recorde

Jorge Conde, presidente do Politécnico de Coimbra, Jorge Lopes, Diretor da Rumos Formação, e Manuel Fontaine, Diretor da Escola do Porto da Faculdade de Direito da Universidade Católica, contam como as suas instituições enfrentaram e venceram a pandemia da Covid-19. Foi esta sexta-feira, 30 de julho, na mesa redonda Os Desafios da Formação em Portugal, promovida pelo Jornal Económico.
Comentários