Linha gratuita da Anacom de apoio à migração da rede TDT arranca hoje

A partir desta sexta-feira, qualquer utilizador da TDT pode ligar gratuitamente para o 800 102 002 e tirar dúvidas sobre o processo de libertação da faixa dos 700 Mhz, para dar lugar à quinta geração móvel (5G).

A linha gratuita da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) para apoiar a população na migração da faixa 700 MHz da televisão digital terrestre (TDT) arranca esta sexta-feira, 15 de novembro. A partir de hoje, qualquer utilizador da TDT, operada pela incumbente Meo, pode ligar para o 800 102 002, para tirar dúvidas sobre o processo de libertação da faixa dos 700 Mhz, para dar lugar à quinta geração móvel (5G).

O número encontra-se disponível entre as 9h00 e as 22h00 todos os dias da semana, de acordo com o comunicado pela Anacom. Nos dias 27 e 28 de novembro, aquando do teste piloto que determina que o emissor de Odivelas Centro passa do canal 56 para o canal 35, a linha estará disponível até às 24h00, “por ser expectável que mais pessoas contactem o call center, uma vez que quando o emissor for alterado, quem apenas tem TDT,  ficará sem imagem no seu televisor”.

Após a alteração do canal do emissor, para voltar a ter televisão, bastará ao utilizador fazer a sintonia automática, utilizando para o comando de televisão ou do descodificador TDT. Como para alguns utilizadores da TDT poderá ter dificuldade em realizar a ressintonização, a Anacom tem um call center para dar “informação e esclarecer dúvidas”, mas também para forncer “ajuda personalizada”.

“Se mesmo assim não conseguirem fazer a sintonia, a Anacom terá equipas técnicas no terreno que ajudarão a população a sintonizar os equipamentos”, sublinha o regulador.

“Releva-se ainda que não será preciso substituir ou reorientar as antenas, trocar a televisão ou o descodificador, e ninguém terá que subscrever serviços de televisão paga”, acrescenta ainda.

A partir de hoje, 135 mil lares e estabelecimentos comerciais das zonas das zonas “potencialmente abrangidas pela alteração de frequência do emissor de Odivelas Centro”, serão formalmente informadas.

O emissor de Odivelas Centro abrange o concelho de Odivelas e as freguesias de Lumiar, Carnide e Santa Clara, em Lisboa, e Encosta do Sol, na Amadora.

Além da linha de apoio gratuita, a Anacom disponibiliza ainda no seu site um vídeo que explica o processo de migração da TDT.

“Depois da alteração do emissor de Odivelas Centro, a 27 de novembro, o processo prosseguirá a nível nacional a partir do final de janeiro/início de fevereiro”, conclui a Anacom.

Contudo, a Altice Portugal, que terá de levar a cabo a alteração dos emissores por ser a dona da incumbente do serviço TDT, já deu a conhecer ao regulador que pretende cumprir outro calendário, por considerar o período definido pela Anacom “irreal e impossível de cumprir”.

A dona da Meo fez saber que o “calendário possível de cumprir – e num cenário em que não se verifiquem mais atrasos -”  para a migração nacional da rede TDT é entre os dias 10 de fevereiro e 24 de julho de 2020.

Ler mais
Relacionadas

“O calendário possível”. Altice rejeita plano da Anacom e aponta início da migração da rede TDT para 10 de fevereiro

Por considerar os prazos para o período de migração proposto pela ANACOM “irreal e impossível de cumprir”, a Altice Portugal, dona da Meo, incumbente da rede TDT, deu a conhecer “o calendário possível” para a libertação da faixa que dará lugar ao 5G.

Alterações da rede TDT: Altice Portugal impugna decisão da Anacom e reitera que calendário “será impossível de cumprir”

Para a Altice Portugal, continuam a existir considerações que suscitam “muita preocupação e demonstram um grande desnorte”, sobre tudo no que diz respeito à alteração das condições associadas ao Direito de Utilização de Frequências TDT. Empresa acusa Anacom de “amadorismo” e “irresponsabilidade”.

Anacom avança com plano de migração da TDT e marca teste piloto para 27 de novembro

A migração da faixa dos 700 MHz da televisão digital terrestre é essencial para o desenvolvimento do 5G em portugal, cujo lançamento está previsto para julho de 2020.
Recomendadas

Ações da Amazon ainda podem valorizar 16% até ao fim do ano

Mais de quatro meses após o início da pandemia, os analistas de Wall Street estimam que a empresa deve crescer mais 16% até ao fim do ano devido ao aumento da procura pelo comércio online.

Sem abertura do mercado, interesse de novas operadoras no leilão 5G é “muito reduzido”, alerta Concorrência

Em audição parlamentar, na Assembleia da República, a presidente da AdC, Margarida Matos Rosa, defendeu que 5G representa uma oportunidade e que a transposição do Código Europeu das Comunicações Eletrónicas deve ocorrer em breve “para poder abrir o mercado” e criar “dinâmica concorrencial” nas telecomunicações.

Procura de empréstimos pelas empresas “aumentou fortemente” no segundo trimestre

Conclusões do inquérito aos bancos sobre o mercado de crédito indica que em termos de oferta os critérios de concessão de crédito a empresas e particulares tornaram-se mais restritivos face ao trimestre anterior.
Comentários